Renata Souza (PSOL) conversa com lideranças do Vidigal e faz caminhada na Rocinha

A candidata ouviu sobre os principais problemas das comunidades e prometeu melhorias

Renata Souza (PSOL) conversa com lideranças do Vidigal e faz caminhada na Rocinha

Foto: Matheus Guimarães / Voz das Comunidades

A candidata à prefeitura do Rio pelo PSOL, Renata Souza, esteve na manhã desta sexta-feira (6) com lideranças comunitárias do Vidigal e caminhou pelas ruas da Rocinha, favelas da zona Sul da cidade. Após ouvir as necessidades das comunidades, Renata Souza prometeu melhorias.

No Vidigal, a candidata visitou a sede do Nós do Morro, onde membros do grupo reivindicaram questões sobre Cultura, Educação e Arte na comunidade. “Entendemos que a gente precisa ter uma prefeitura que incentiva a Arte e Cultura no processo pedagógico porque a escola precisa ser o lugar onde essa juventude também possa cantar, possa se profissionalizar, se qualificar, se formar, a partir de um lugar que eles vão conhecer”, disse Renata Souza.

Renata Souza e Chico Alencar conversam com membros do grupo Nós do Morro. Foto: Matheus Guimarães / Voz das Comunidades

Na visita à Associação de Moradores do Vidigal, lideranças locais entregaram uma carta de compromisso à candidata com demandas de Saúde e de moradia devido aos problemas de deslizamento em áreas vulneráveis da comunidade. Segundo as lideranças, apesar do Vidigal ser uma comunidade reconhecida pelo turismo também existem problemas sociais.

Em resposta, Renata Souza prometeu contratar equipes de Saúde da Família e disse que um dos elementos centrais é o saneamento básico. Com isso, quer estruturar um processo de obras públicas possibilitando a geração de empregos dentro da própria comunidade. Além de incluir assistência técnica para moradias dentro da favela, com reforço de encostas, aperfeiçoar o sistema de apoio das sirenes e treinamento aos moradores, a candidata também falou sobre a preocupação com a Educação Infantil e que tem como plano zerar as filas de vagas para as creches.

Renata Souza recebe carta de compromisso de lideranças comunitárias do Vidigal. Foto: Matheus Guimarães / Voz das Comunidades

Renata Souza também deu uma entrevista ao vivo para a Rádio Estilo Livre FM Vidigal, esclarecendo as propostas do plano de governo em prol das comunidades. Ela estava acompanhada do candidato a vereador Chico Alencar (PSOL).

A parada seguinte da candidata foi a favela da Rocinha, onde fez uma caminhada distribuindo folhetos, conversando com moradores e comerciantes locais, tirando fotos e observando necessidades da comunidade. A candidata a vereadora Mônica Cunha (PSOL) também percorreu as ruas da comunidade com Renata Souza.

Eleitor pede para tirar foto com candidata na Rocinha. Foto: Matheus Guimarães / Voz das Comunidades

Cria da favela da Maré, Renata diz que apesar dos governantes não olharem para a favela como um lugar de potência, é preciso formular um programa que dê sustentabilidade às demandas reais de moradores.

“Nesse momento de pandemia, todas as desigualdades que já eram um problema agora se afirmam, porque não vai dizer que foi a pandemia que trouxe a desigualdade social, já era anterior e com a pandemia a gente viu como a desigualdade social mata”, afirmou Renata Souza.

Renata Souza conversa com eleitores que votarão pela primeira vez nas eleições 2020. Foto: Matheus Guimarães / Voz das Comunidades