Encontro Territórios Culturais em Rede promoverá intercâmbio entre projetos artísticos desenvolvidos no estado

Evento acontece na sede do Rio Criativo, de 21 a 23 de janeiro.

Após um processo de seleção que recebeu mais de 370 inscrições de iniciativas culturais voltadas para os jovens de territórios populares, a Secretaria de Estado de Cultura (SEC) promove o encontro Territórios Culturais em Rede, que acontece de 21 a 23 de janeiro, na sede do Rio Criativo, na Praça XI.

 O propósito do evento é articular o intercâmbio entre 102 iniciativas culturais selecionadas pelo edital “Microprojetos”, e desenvolvidas em nove regiões do estado. As iniciativas contemplam diversas áreas, como moda, música, mídia comunitária, literatura, artes cênicas, audiovisual, gastronomia, memória, turismo e gestão cultural.

 Territórios Culturais em Rede faz parte do Programa Territórios Culturais RJ, uma ampliação de escala para todo o estado do Favela Criativa. Resultado de uma parceria entre o poder público e a iniciativa privada, o programa é realizado pela Secretaria de Estado de Cultura (SEC), por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro, com o patrocínio da Light, do Programa de Eficiência Energética da ANEEL, do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID),  por meio do programa Caminho Melhor Jovem, desenvolvido pela Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (SEELJE) e do programa Cultura Viva, do Ministério da Cultura (MinC). 

 A programação do encontro, que começa com o credenciamento, às 16h, em 21/01, irá oferecer palestras, painéis, oficinas e apresentações artísticas, além de serviços de orientação e consultorias com instituições parceiras, como o Sebrae, a Secretaria de Estado de Trabalho e Renda (SETRAB) e a Agência de Fomento do Estado (AgeRio).

 A palestra de abertura, também no mesmo dia, das 17h30 às 18h30, abordará o tema Territórios populares: concepções e ressignificações contemporâneas,  que será debatido entre a Coordenadora de Metodologia da Agência de Redes para Juventude, Ana Paula Lisboa; o antropólogo e historiador, Marcos Alvito;  e geógrafo e diretor do Observatório de Favelas, Jorge Luiz Barbosa. A conversa será mediada pelo Superintendente de Cultura e Território, Alexandre Pimentel.

 O segundo dia do evento começa às 9h, com o credenciamento para participar dos painéis de discussão. A partir das 11h, o público poderá debater os temas Mídias Comunitárias, Coletivos culturais e Mobilização de valores. Paralelamente às palestras, acontecerão oficinas sobre Como mobilizar redes transformadoras, das 10h às 11h, e Planejamento e gestão financeira, das 15h às 18h.

 Ao longo dos três dias de encontro, a programação da Mostra Artística contará, ainda, com a apresentação de grupos de nove regiões do estado, que simbolizam a diversidade cultural, como o Boi Pintadinho de Miracema, da Região Noroeste; o grupo de teatro Casa do Nós, de Saquarema, que irá representar a Baixada Litorânea; e a Orquestra Sinfônica de Valença, projeto cultural da Região do Médio Paraíba.

 A iniciativa Rede Funk Social, de São Gonçalo, desenvolvida na Região Metropolitana Leste, se juntará ao som do Underground Coletivo, feito na Região Serrana, em Teresópolis, e aos batuques do Jongo da Fazenda Machadinha, tradicional no município de Quissamã, no Norte do estado. Também participarão da mostra o grupo de teatro da Costa Verde, Arteiros, criado em Angra dos Reis, e o Laboratório Roque Pense!, de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

 Veja a programação completa do evento no site www.cultura.rj.gov.br/territoriosculturais.

Serviço:

Data: de 21 a 23 de janeiro

Local: Sede do Rio Criativo – Rua Frederico Silva, 86, bloco B, Praça XI, Rio de Janeiro.

 

Comentários Facebook

comentários

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top