Moradora sofre há 23 anos com vala na porta de casa na Rocinha

Ao subir na escadaria que fica em frente ao muro do Ciep Bento Rubião, virando a direita é possível sentir um forte odor. É uma das muitas valas a céu aberto que pode ser encontrada na Rocinha.

O repórter do FavelaDaRocinha fotografava a cena na localidade conhecida como Cachopinha, que fica próximo no suba Vila Verde, quando foi abordado por Fátima, moradora que vive na casa em frente à vala. Ela vive lá há 23 anos e temvontade de sair dalidevido ao mau cheiro.

– Não dá para ficar aqui é um cheiro insuportável!– reclama.

É possível encontrar sacos plásticos, baldes, partes de eletrodomésticos. O morador Paulo que mora mais acima chamou a atenção para um artigo inusitado no meio da vala.

– Sobe ali em cima e fotografa a geladeira – indica.

Segundo os dois moradores são os vizinhos que jogam o lixo na vala. Os mesmos também dizem que a Comlurb não tem subido para limpá-la.

– Tá vendo aqui embaixo que está mais limpinho, fui eu quem limpei ­– afirma Paulo.

Seu Claudio foi um dos primeiros a morar ali e diz que depois que fizeram uma obra para conter o lixo, a situação piorou.

– Agora o lixo fica todo acumulado lá em cima, antes descia. Eu fiz uma mureta do lado da vala para impedir que os vizinhos jogassem o lixo, mas não adiantou – explica.

São os moradores que limpam a parte mais baixa da vala. De acordo com seu Claudio, há relatos deque alguns moradores da redondeza estão contraindo hepatite.

Via: FavelaDaRocinha.com

Comentários Facebook

comentários

Autor

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top