“Presidente reserva” diz que ministros corruptos devem pedir demissão

Imagem: G1

Michel Temer, ex-vice-presidente de Dilma por oito anos, e que agora fica falando mal dela, reúne todos os ministros do governo para dizer que quem estiver envolvido com a Operação Lava-Jato deve pedir para sair logo. Tipo um “se adianta parceiro”. Temer ficou boladinho depois da demissão de Henrique Eduardo Alves, que pediu demissão ontem do Ministério do Turismo por causa das denúncias sobre corrupção, como noticiamos aqui ontem.

Por aí pelo Rio (Tô em Porto Alegre hehe), o governador substituto do Pezão, Francisco Dornelles, disse que o Rio de Janeiro está em estado de “calamidade pública”. Ele resolveu falar isso ontem, depois de jantar com Temer lá em Brasília. Por causa disso, os cofres daqui receberão R$ 3 bilhões de reais. O que a gente torce é que a Olimpíada de alguma coisa pra gente além do trânsito interminável na Avenida Brasil.

Lembram do Sergio Machado, ex-presidente da Transpetro, que disse ontem que caguetou os ex-amigos? Vai cumprir a pena por roubar nosso dinheiro numa casa de luxo no Ceará. Por ter entregue os outros, vai ficar por dois anos e três meses “preso” numa mansão com quadra poliesportiva, piscina e garagem para 10 carros.

Comentários Facebook

comentários

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top