Cidade de Deus ganhará a sua primeira Biblioteca Comunitária

Iniciativa nascida de um sonho do Coletivo Marginal, planejamento inicial prevê 10 mil títulos sendo disponibilizados na biblioteca

Foto: Reprodução

No último sábado (06) o educador popular, Conselheiro Tutelar, Jota Marques, anunciou através de suas redes sociais que a Cidade de Deus, Zona Oeste do Rio, terá sua primeira biblioteca comunitária. A iniciativa nasceu de um sonho do Coletivo Marginal que, há 3 anos, desenvolve projetos de educação popular em escolas municipais da comunidade.

O espaço, que antes era uma academia, agora está prestes a se tornar um acervo de livros. O plano, inicialmente, era que fosse em 2020 a inauguração. Mas, em razão da pandemia de Covid-19, adiaram o sonho. Outro fator que dificultou foi a ausência de espaço para concretização do projeto. Contudo, observando o cenário no final de 2020, os idealizadores viram que era necessário pensar em estratégias que fortalecessem a educação pública local. Pois, crianças, adolescentes e jovens foram os mais prejudicados pela não ação do poder público.

Paralelo a isso, nesse meio tempo, organizações sociais da Cidade de Deus se mobilizaram, compondo assim a Frente CDD, a fim de combater às consequências mais duras, geradas pelo vírus, na vida dos moradores.

Os livros já foram separados por gênero.
Foto: Reprodução

 “A pergunta, que sempre fica para nós, é: Como vamos recuperar esse tempo? O que tem tornado esse sonho possível, hoje, foi termos encontrado um espaço que correspondesse ao projeto. A Biblioteca, que estaria aberta aos alunos, agora, estará aberta para a Cidade de Deus e toda Jacarepaguá”, falou o educador popular Jota Marques.

Jota Marques comemora a chegada do novo espaço para a Cidade de Deus
Foto: Reprodução

O planejamento inicial prevê 10 mil títulos sendo disponibilizados na biblioteca. No momento, o espaço está sendo estruturado. No entanto, está recebendo livros. Além disso, está planejando o funcionamento para quando os órgãos de saúde permitirem.

“Estamos felizes, orgulhosos e ansiosos. A Cidade de Deus, há cinco décadas, exporta para o mundo: educadores, artistas, cantores e grandes líderes. Precisamos escrever e contar essas histórias de inspiração e potência. A Biblioteca, portanto, não será apenas um espaço de reunião de livros diversos, mas a oportunidade do fortalecimento dos nossos laços, das nossas memórias. Entendemos, e sempre lembramos, que essa é uma iniciativa comunitária, com corpo de política pública, que a Prefeitura e o Estado poderiam assumir e realizar, ou mesmo apoiar”, contou Jota sobre a expectativa do novo espaço para a comunidade.

Foto: Reprodução

A biblioteca, que ficará na localidade do Tijolinho, conta com apoio de personalidades famosas como Emicida, Felipe Neto, Patricia Pillar, Felipe Castanhari e Marcelo Adnet. Todos eles ajudaram a construir esse importante espaço de cultura e representatividade na Cidade de Deus.

Quem quiser colaborar, os livros podem ser enviados pelos Correiros e ou entregues neste endereço, em nome de Victor Franco: Rua Professor Henrique Costa, número 880, Bloco 4, apartamento 415, Pechincha, CEP: 22.770-235.