Curso gratuito do chef João Diamante abriu 50 vagas para Moradores do Andaraí; saiba como participar

A segunda edição do projeto social Diamantes na Cozinha vai acontecer de forma virtual

Foto: Diamantes na Cozinha/Divulgação

“A comida tem um poder social muito grande”, destaca o chef João Diamante enquanto explica os porquês de acreditar na importância de ações gastronômicas com viés sociais no cotidiano dos moradores de periferias. Natural da Bahia, mas “cria” das ruas do Complexo do Andaraí, o mestre cozinheiro compartilha o ideal de transformação e potencialidade, a partir dos valores que a cozinha oferece.

É no berço desses princípios que surgiu o projeto Diamantes na Cozinha, uma iniciativa que ensina técnicas básicas em gastronomia até a finalização do prato, que, em sua segunda edição, disponibiliza 50 vagas para moradores do Complexo do Andaraí, com prazo para inscrições até 12 de abril.

 Chef João Diamante
Diamantes na Cozinha/Divulgação

“O que é o Diamante na Cozinha? É um projeto social que utiliza a gastronomia como ferramenta de transformação. O que isso quer dizer? Que trabalhamos com o viés de possibilitar e apresentar uma visão de mundo melhor, uma pessoa empoderada, que saia podendo fazer o que quiser, estar onde quiser e como quiser. Ter vez e voz. Saber se portar e saber se colocar dentro de uma sociedade. Esse é o objetivo real do Diamante da Cozinha utilizando a gastronomia como ferramenta. Além da pessoa sair com uma profissão e um local de atuação no mercado de trabalho”, explica o chef João Diamante, idealizador do projeto.

 Chef João Diamante
Iniciativa aposta nos valores da Gastronomia para viabilizar a potência na voz periférica.
Foto: Diamantes na Cozinha/Divulgação.

Sempre engajado com movimentos sociais e ações nas comunidades por onde cresceu, os valores da gastronomia só vieram de encontro com a vida de João durante o seu tempo como funcionário da Marinha do Brasil. Neste período como marinheiro, a sua paixão e visão de mundo foram ampliadas através de preparos de refeições. Após ingressar na faculdade de Nutrição, a dedicação na cozinha possibilitou o estágio no restaurante Le Junes Verne, localizado na Torre Eiffel, em Paris.

“Eu vi que a comida tem um poder social muito grande. Quando você come uma coisa bacana, uma comida gostosa, todo o seu humor muda. Então, entendi todo esse processo e percebi que era aquilo que queria pra mim. Sempre amei e atuei em questões sociais e conseguir reunir ambas me deixa muito feliz”, comenta.

Em razão do momento pandêmico do país, a segunda edição acontecerá de forma online e através da plataforma Curseria. As inscrições dos interessados devem ser feitas no Formulário do Google ou acessar através do link disponível na biografia do Instagram. Os alunos terão aulas com o Chefe Felipe Bronze. Além deste destaque, a ação conta com a parceria do Projeto Social Educação para Jovens e Adultos, do fundador diretor-executivo Dr. Rubinho da Divineia.