Jovem baleado trabalhando foi solto e pode comemorar finalmente seu aniversário

Final feliz para o jovem José Junior no dia em que completa 16 anos. Depois de ser baleado, preso e solto, agora pode comemorar com sua família em casa, na localidade da Merendiba, no Complexo da Penha

Jovem baleado trabalhando foi solto e pode comemorar finalmente seu aniversário

Na manhã desta terça feira (01) o estudante José Junior, de 16 anos, passou por um baita susto. O jovem, que estava trabalhando, foi atingido de raspão e estilhaço na localidade da Merendiba, no Complexo da Penha. Ele foi socorrido imediatamente e levado para o hospital Getúlio Vagas, onde foi medicado. Mas o que ele não esperava era que fosse do hospital direto para a delegacia. Segundo os policiais que estavam no local, o jovem seria responsável por uma carga de cigarros. No entanto, não havia provas, e o jovem não foi preso em fragrante.

A mãe de José Junior já não aguentava mais a espera pelo filho: “Ele é inocente” Foto: Selma Souza / Voz das Comunidades

A mãe do jovem, Iolanda, entrou em desespero quando soube da prisão do filho. “Meu filho só tem 16 anos, nunca foi bandido, ele estava no trabalho, ele estuda. Estava todo feliz pois hoje era aniversário dele e ele ganhou um café da manhã no trabalho. Nunca me deu dor de cabeça. Só porque é preto e pobre não pode considerar ele bandido, ele tem família e vamos provar a liberdade dele”.

A equipe do Voz acompanhou a família, que foi para a porta da 21ª DP e comemorou a soltura do jovem. Foto: Selma Souza / Voz das Comunidades

Parentes do rapaz estavam na porta da 21ª Delegacia de Polícia, para onde foi levado para averiguação. O advogado da família e o patrão de José Junior se apresentaram no local. Depois de horas esperando, José Junior foi solto, deixando o coração da família aliviado.

Keyton, o patrão do rapaz, contou sobre o ocorrido: “Ele trabalha comigo tem dois anos, ele estava no trabalho uniformizado, ele não tem nada a ver com isso. O garoto é trabalhador, todo mundo conhece ele e a família”.

Após o susto, José Junior finalmente vai poder comemorar seus 16 anos aliviado e ao lado da família e amigos. “Eu pensei que eu fosse morrer, saí para trabalhar, tomei um tiro e fui preso, eu nasci de novo. Nunca mais vou me esquecer desse aniversário, se não fosse minha família, meus amigos e meu chefe nem sei o que seria de mim. Eu não fiz nada, eu estava trabalhando quando tomei um tiro de raspão nas costas, só senti aquela pressão”.

José Junior ganhou um café da manhã de aniversário hoje no trabalho e ficou emocionado e agradecido com a surpresa. Os vídeos, gravados nesta terça 1/9, provam que ele estava no serviço de manhã, trabalhando.