Biblioteca Parque de Manguinhos oferece contação de histórias inclusivas para crianças

O encontro está marcado para esta quinta-feira (18) em três horários, às 13h, 14h e 15h

Foto: Paula Sader

Depois de reabrir a Sala de Leitura Infantil da Biblioteca Parque do Estado, crianças e jovens de Manguinhos e do Jacaré, Zona Norte do Rio, terão a oportunidade de participar do projeto Literatura Acessível. O público poderá assistir às contações de histórias inclusivas, a partir dos cinco livros que fazem parte da série Literatura Acessível. Essa série foi criada pela psicóloga e empreendedora social Carina Alves, Diretora-Presidente do Instituto Incluir.

As obras de ficção trazem como personagens-título crianças com algum tipo de deficiência. O objetivo é de transmitir a importância da inclusão e acessibilidade.

“O projeto traz uma proposta de multiplicidade, estimula o protagonismo da diversidade e propõe uma discussão saudável, na perspectiva inclusiva, dentro e fora das escolas” diz Carina Alves, Diretora-Presidente do Instituto Incluir.

Autora dos livros da coleção Literatura Acessível viu na plataforma acessível um poderoso veículo para transmitir sobre importância da inclusão. Carina Alves 
Foto: Paula Sader

Por conta da pandemia da Covid-19, o projeto criou um modelo híbrido. Os livros estão sendo encaminhados às escolas via Correios, e serão marcados encontros virtuais, para a contação das histórias. Porém, na Biblioteca Parque de Manguinhos, está marcado um encontro nesta quinta-feira (18). Esse é para o público, de faixa etária que vai dos 5 aos 12 anos, da rede pública de Ensino, em três horários: às 13h, 14h e 15h.

Também por conta do momento atual, todos os livros ganharam versões e-book, com audiodescrição, que alcançaram a 4 milhões de alunos da rede pública de diversos estados. As histórias podem ser encontradas no canal do projeto no YouTube: