Moradores de diversas favelas do Rio relatam falta d’água desde a última sexta-feira

Favelas da zona norte não tiveram o reabastecimento de água normalizado após manutenção no Guandu

Moradores de diversas favelas do Rio relatam falta d’água desde a última sexta-feira

Moradores de diversas favelas do Rio de Janeiro relatam falta d’água desde a última sexta-feira (25). Localidades das favelas do Complexo do Alemão, Complexo da Penha, Engenho da Rainha e Cidade Alta, na zona Norte, não tiveram o abastecimento normalizado.

O reabastecimento de água na cidade não normalizou para toda a população após manutenção da Cedae na Estação de Tratamento de Águas (ETA) Guandu. A manutenção estava prevista para ocorrer das 8h às 20h de quinta-feira (24), e o abastecimento seria normalizado em 72 horas. Mas, o serviço terminou às 4h de sexta-feira (25), o que comprometeu o fornecimento de água.

Nos comentários de uma publicação no Facebook do Voz das Comunidades, moradores relataram sobre a falta d’água em suas respectivas favelas. De acordo com os comentários, há cinco dias famílias estão sem água no Engenho da Rainha. Um morador da comunidade flagrou o desperdício de água próximo a uma bomba da Cedae.

De acordo com a Cedae, o serviço de reparo da elevatória já foi concluído e a unidade está operando normalmente. A companhia informou que as elevatórias de água que atendem o Complexo do Alemão e o Complexo da Penha estão passando por manutenção hoje (29), e devem estar em operação até a manhã desta quarta-feira (30), normalizando o abastecimento.