O nome da sua rua aparece no mapa?

Por não aparecer um nome no mapa, ruas são caracterizadas como áreas de risco para quem não conhece

O nome da sua rua aparece no mapa?

Com tamanha tecnologia, atualmente é habitual o cidadão utilizar a internet para ter acesso a mapas, principalmente para circular nos bairros do Rio de Janeiro. Os mapas são facilitadores e ajudam a encontrar ruas, chegar ao destino desejado, e não se perder em locais desconhecidos. Mas, o nome da sua rua aparece no mapa?

Ter o nome da rua em que mora aparecendo no mapa não é a realidade de todos. Em várias regiões da cidade, residências têm endereçamentos inadequados e ruas sem nome. O fato prejudica principalmente os moradores, que enfrentam dificuldades com recebimento de correspondências e entregas. 

Esses casos são facilmente identificados ao abrir o mapa. No Complexo do Alemão, diversas ruas não têm nenhum tipo de identificação, como os “Prédios da Itaóca”. Há uma rua com vários prédios, residências e comércios, mas que está sem nome no mapa, e moradores usam o endereço Avenida Itaóca, número 1174. Porém, nem todas as residências são localizadas exatamente nessa avenida, a rua da acesso a essa via principal.

Quem não conhece a região tem dificuldade para achar a rua, o que ajuda na localização são os pontos de referência. Uma dessas referências é o arco do Abraço Campeão, projeto social que oferece artes marciais à crianças e adolescentes e está localizado nesta região.

Rua do Abraço Campeão

Alan Duarte, diretor e fundador do projeto, conta sobre a instalação do arco: “Então, o arco foi uma iniciativa do Abraço Campeão, pois os moradores reclamavam da correspondência e também nós tínhamos dificuldades de receber visitas, até mesmo alunos. Depois da instalação do arco, algumas mães falaram muito bem e para nós foi um divisor de águas. Conseguimos trazer mais visitas e nessa época de pandemia foi uma beleza para as doações chegarem, os motoristas dos caminhões acharam genial”.

Arco do Abraço Campeão instalado na entrada da rua dos prédios da Itaóca. Foto: Renato Moura / Voz das Comunidades

Área de risco

Moradora há 11 anos da região, Jaqueline conta como funciona com correspondências e aplicativos: “Os carteiros não se perdem porque eles já se acostumaram. Até para pegar Uber tem que ir lá para fora, não chega aqui. Aparece uma mensagem para caminhar até a Avenida Itaóca, que é lá fora, aqui nessa rua não”.

Joana, vizinha de Jaqueline, complementa: “Às vezes tem uns entregadores que ligam. Se a pessoa tá pedindo alguma coisa, liga para perguntar, porque se não fica perdido. Eles pensam que só tem o bloco lá da frente, eles só lembram da gente da rua aqui dentro quando ligam e falamos para ver o arco do Abraço Campeão e entrar. O governo só entregou isso aqui. A gente tá largado”.

Segundo as moradoras, facilitaria uma nomeação adequada da rua. Por não aparecer um nome no mapa, a rua é caracterizada como área de risco para quem não conhece. Se a rua tivesse nome, haveria melhoria de acesso aos aplicativos de transporte e menos problemas com entregas.

Jaqueline mora há 11 anos na rua sem nome no mapa. Foto: Renato Moura / Voz das Comunidades

Ruas dos Prédios da Poesi

Outro caso semelhante ocorre na Estrada do Itararé, número 690, localidade conhecida como Prédios da Poesi, atrás da Escola Estadual Tim Lopes. Mais uma rua com prédios e residências com acesso à avenida principal e sem nomeação adequada. Moradores relatam que não têm dificuldades em receber correspondências e entregas porque utilizam as referências para facilitar o acesso desses serviços. 

A rua dos Prédios da Poesi leva o nome da via principal que da acesso a localidade. Foto: Renato Moura / Voz das Comunidades

Entramos em contato com órgãos da prefeitura para esclarecer essa questão que está presente em diversas áreas do Complexo do Alemão e em outras localidades do Rio. De acordo com a Secretaria Municipal de Urbanismo, os dois locais citados não são reconhecidos oficialmente e a possibilidade de reconhecimento deverá ser analisada mediante abertura de processo, esse pedido pode ser feito por qualquer cidadão. A secretaria explicou como realizar a solicitação de nomeação das ruas, mas não esclareceu porque há tantos anos essas ruas não têm nomeação adequada.