Prefeitura do Rio anunciou retorno às aulas de maneira presencial e remota

A volta às aulas presenciais está marcada para o dia 24 de fevereiro. Já o ensino remoto, está previsto para começar na próxima segunda-feira, 8 de fevereiro

Foto: Reprodução

Na última semana a prefeitura do Rio divulgou um plano de retorno às aulas dos alunos da rede municipal de ensino. Segundo a prefeitura, a necessidade se deu em razão de pontos que foram encontrados pela atual gestão: Educação não sendo prioridade em meio à pandemia de Covid-19; Baixa efetividade do ensino remoto; Serviço de internet suspenso nas instituições de ensino; Escolas com dificuldades de infraestrutura.

A volta às aulas presenciais está marcada para o dia 24 de fevereiro. O anúncio oficial foi feito pelo prefeito Eduardo Paes com o secretário municipal de Educação, Renan Ferreirinha, e o secretário de Saúde, Daniel Soranz. Para dar segurança ao retorno presencial, o plano estabelece medidas de prevenção, monitoramento e contingência de casos do coronavírus. Contudo, este retorno presencial será facultativo. Com isso, a prefeitura também disponibilizará a opção do ensino remoto aos alunos, que está previsto para começar na próxima segunda-feira, 8 de fevereiro. Contudo, no dia 9 de fevereiro, os alunos serão acolhidos para receberem os kits escolares, uniformes e orientação a respeito do ensino remoto.

Aulas Presenciais

As aulas presenciais foram planejadas para retornarem de maneira gradual, sendo assim divididas em fases. Na primeira fase, voltam parcialmente alunos da pré-escola, 1º e 2º ano. Segunda, creches do 3º ao 6º ano e 9º ano. Na 3ª e última etapa, mais do 6º ano, do 8º ano, além do PEJA e Classes Especiais. Para evitar aglomeração, a quantidade de alunos nas unidades estará condicionada às condições epidemiológicas de cada Região Administrativa da cidade.

Foto: Reprodução Prefeitura Rio

De acordo com a prefeitura, caso a situação seja Moderada (bandeira amarela), as unidades escolares poderão receber 75% de seus alunos. Se estiver Alta (bandeira laranja), 50% de sua capacidade. Por fim, se estiver Muito Alta (bandeira vermelha), 30% da capacidade. A rede de Educação do Rio contará com o aplicativo Alerta Covid-19, que irá reunir notificações de pessoas da comunidade escolar contaminadas por coronavírus. Será feito ainda acompanhamento integrado dos registros com encaminhamento para a SMS e determinação de isolamento.

Grupo de Risco e protocolos de saúde

Aqueles que pertencem ao grupo de risco, sejam estudantes ou profissionais, definidos de acordo com a Resolução Conjunta SES/SMS n ° 871/2021 vigente, não deverão participar das atividades presenciais. 

Foto: Reprodução Prefeitura

As medidas do retorno terão uso obrigatório de máscara, (exceto para crianças de até 3 anos), distanciamento de 1,5 metro, higienização frequente das mãos, horário escalonado de entrada, saída e recreio. Além disso, as refeições devem ser nas salas de aula, bebedouros estarão adaptados para encher copos ou garrafas, higienizando as mãos antes e depois de tocar no bebedouro. No plano de retorno presencial da prefeitura, as instituições de ensino passaram por uma readequação do espaço físico e disponibilização de insumos.

Ensino Remoto

A prefeitura optou por uma abordagem multicanal. Desta forma, serão utilizados materiais didáticos físicos e digitais integrados e organizados em plataforma única. Os materiais físicos de apoio pedagógico partirão da Rioeduca em conjunto com livros do PNLD e obras literárias. Já o material digital será disponibilizado no aplicativo Rioeduca em Casa, para permitir interação entre professores e alunos. Inclusive, o acesso aos recursos digitais próprios e de parceiros não consumirá o pacote de dados dos usuários.

Foto: Reprodução Prefeitura

O ensino remoto tem como objetivo atender aos alunos de diferentes maneiras. Ou seja, terá atividades semanais obrigatórias, sendo simultâneas com carga horária semanal variada de acordo com a matriz curricular, a faixa etária e capacidade de concentração dos alunos. Haverá também atividades não simultâneas, com 20 horas semanais de atividades obrigatórias através da plataforma online.

Em último comunicado oficial, postado ontem (2) nas redes sociais, a Secretaria Municipal de Educação informou, referente ao ano letivo da rede municipal, que nenhuma data foi modificada. Por fim, disse, quanto às aulas presenciais, que “Só retornarão no dia 24/02 as escolas que estiverem aptas ao retorno com segurança e seguindo todos os itens do nosso Protocolo Sanitário, que foi validado pelo Comitê Científico de Enfrentamento à Covid-19 da Prefeitura do Rio”.