Tiroteio intenso na Penha assusta moradores e deixa alunos sem aula

A situação ocorreu na região da Merendiba nesta manhã (11), impactando a vida de estudantes e trabalhadores
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Por volta das 09h da manhã desta quinta-feira (11) ocorreu um intenso tiroteio na localidade da Merendiba, no Complexo da Penha, Zona Norte do Rio. O clima tenso na região comprometeu a abertura de duas escolas próximas à comunidade.

Segundo os moradores, a situação iniciou na tarde da quarta-feira (10) e os tiros voltaram a acontecer nesta quinta na região. Em razão do clima de violência na comunidade, as escolas municipais Leonor Coelho Pereira e Monsenhor Rocha tiveram as aulas suspensas no turno da tarde, deixando muitas crianças sem aula. 

Imagem: Reprodução

Em nota, a Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informa que a equipe da UPP Vila Cruzeiro realizava policiamento nas imediações do Beco da Esperança e Rua Merendiba, no Complexo do Penha, e foi atacada a tiros. A ocorrência esta em andamento e os fatos estão sendo encaminhados para a 22ªDP.

Contudo, a versão do vídeo que mostra um “suposto ataque de criminosos” foi desmentido por uma página da Vila Cruzeiro no Instagram. A postagem diz que os tiros ouvidos na gravação estavam sendo disparados por outros policiais que estavam na laje de um morador da localidade, dando cobertura aos agentes que aparecem no vídeo.

Foto: Reprodução

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]