Na Maré, a população segue circulando pelas ruas, mas estabelecimentos estão mais vazios