Orientações sobre a feira na favela do Boogie Woogie, na Ilha

Segundo a associação de moradores, “será realizada nas quintas feira, a feira funcionará no horário de 06 às 14 h, não podendo começar está semana por alguns motivos burocráticos e

Segundo a associação de moradores, “será realizada nas quintas feira, a feira funcionará no horário de 06 às 14 h, não podendo começar está semana por alguns motivos burocráticos e um deles é a lixeira, onde estamos estudando a possibilidade de retirar pelo menos no dia da feira, já foi pedido para asfaltar a rua campo de São João para Comlurb poder lavar a rua e higienizar, nos pediram 2 semanas pra deixar a rua adequada , não tem fins políticos antes que alguém fale. Eu posso por barraca? A princípio não, prefeitura tem uma associação de feirantes onde tem o cadastro dessas pessoas , primeiro eles fazem o ponto pra depois abrir para os moradores ou seja nas 2 primeiras semanas não tem como mesmo. Sei da necessidade de todos ainda mais nessa pandemia e o povo querendo por barraca, mas infelizmente não terá como.Então lembrando será nas quinta feira , horário de 06 às 14 h. Nada depende só de mim, quando aceitei ter a feira sabia que ia ter empecilhos porém não somos de desistir fácil! As barracas são todas padronizadas nesse estilo. Dúvidas só me chamar no wpp 965263579 Adriana.”

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]