Com muita irreverência, foliões capricham na fantasia para brincar o Carnaval

(Crédito: Daniel Paulino/Voz-AL)

(Crédito: Daniel Paulino/Voz-AL)

Gustavo Lopes e Daniel Paulinho
Voz das Comunidades Alagoas

O bloco Pinto da Madrugada levou milhares de foliões à orla marítima de Maceió, na manhã deste sábado (07). Como de costume, os maceioenses e pessoas de várias cidades do estado vestiram as mais variadas fantasias e encheram a avenida de muita alegria e colorido.

Muitos pensam que para brincar o carnaval é só vestir uma roupa qualquer e ir para a avenida. Para outros não. Dona Solage Reis participa do bloco Pinto da Madrugada desde sua existência e passa a tradição para toda família. Mas, para ela não pode faltar a fantasia. “O nome da minha fantasia é “beijinho do Ombro”, que tem a intenção de espantar os maus olhados e a inveja”, disse”.

Para os “Mexicanos”, que também participam do bloco desde o seu inicio, a fantasia tem a intenção de trazer mais alegria ao desfile.

O bloco comemora os seus 16 anos este ano e, segundo o organizador, Braga Lyra, o Pinto foi criado com a intenção de resgatar o frevo. “Nós pensamos em resgatar o carnaval legitimo e autêntico de rua, que aqui em Alagoas estava tão esquecido”, frisou.

Comentários Facebook

comentários

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top