O efeito de Tite na nossa seleção

O recém comandante da seleção, Tite, chegou à seleção em momento complicado, após a eliminação na Copa América Centenária sem nem chegar à fase eliminatória. Na época o treinador era o Dunga, que desde sua chegada gerou uma rejeição enorme por parte dos torcedores e da mídia em geral.

Em pouco tempo Tite já demonstra a melhora de desempenho da seleção brasileira, em seus primeiros cinco jogos o Brasil teve 100% de aproveitamento. Nesses jogos, o Brasil confirmou a supremacia que há na América do Sul, em todos os jogos a nossa seleção apresentou um ótimo futebol e mereceu sair com a vantagem em cada jogo.

tite

Foto: Reprodução/Internet

Outro fato importante de destacar é a diminuição da dependência da Seleção com Neymar. Tite já expressou que é contra colocar a pressão nas costas do camisa 10 e que prefere priorizar o jogo coletivo, o que acaba tirando a pressão do Neymar e conseqüentemente melhorando seus números com a seleção.

O último triunfo veio no Mineirão lotado, palco do 7×1 na semifinal da Copa do Mundo de 2014 entre Brasil e Alemanha, mas dessa vez foi diferente, superamos a Argentina de Messi com ótimo futebol apresentado e afirmando o entrosamento dessa nova seleção montada por Tite. Com essa vitória o Brasil chega a 98% de chances de se classificar para a Copa do Mundo de 2018, na Russia, enquanto os hermanos estão com apenas 36%.

AUTOR:

cryslan_novaimagem-colunista

Esta coluna é de responsabilidade de seus atores e nenhuma opinião se refere à deste jornal.

Comentários Facebook

comentários

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top