Copo biodegradável foi a novidade sustentável do evento “Pintando 7 no Alemão”

Foto: Vilma Ribeiro

Copo biodegradável foi a novidade sustentável do evento “Pintando 7 no Alemão”

O parque de diversões das crianças do Complexo do Alemão foi a própria rua no evento “Pintando 7 no Alemão”, realizado neste sábado, dia 26 de outubro. Entre as brincadeiras e atividades culturais oferecidas gratuitamente para as crianças, as comidas, bebidas e doces recarregaram as energias dos pequenos: cachorro quente, açaí, algodão doce, bolo, pipoca e refrigerante.

Para tomar açaí, água ou refrigerante, pela primeira vez em oito edições foi disponibilizado sete mil copos biodegradáveis, iniciativa do fundador do Voz das Comunidades, Rene Silva. “Durante as ações que a gente fazia, percebi que a quantidade de copos plásticos usados era enorme. Então, comecei a pensar de que forma poderíamos diminuir o uso do plástico”, declara. 

Foto: Vilma Ribeiro

Quem também inspirou Rene foi a conversa com Melati, jovem ativista da Indonésia e uma das criadoras da ONG “Adeus Sacos De Plástico”, dirigida por jovens que dizem não às sacolas e fazem o recolhimento de plástico nas praias da Indonésia. “Percebi, então, como é importante nas ações do Voz das Comunidades termos esse cuidado e refletir para onde esses descartáveis estão indo”, diz Rene.

A diferença entre o copo plástico descartável e o copo biodegradável é enorme: o descartável demora mais de 100 anos para se decompor e o biodegradável, conhecido como copo ecológico, demora apenas dois anos. Um benefício a curto prazo para chegar primeiro na corrida pela redução de lixo e de consumo.

Foto: Vilma Ribiero

O pontapé pela sustentabilidade foi dado no evento “Pintando 7 no Alemão” e está em sintonia com toda a cidade do Rio de Janeiro, que este ano aprovou projeto de lei que proíbe uso de canudos plásticos e reduz o uso de copos em restaurantes e sacolas plásticas nos supermercados.

Deixe comentário