Estacionamento improvisado da UPP bloqueia passagem de pedestres no Alemão

Moradores precisam passar por lixão no caminho de casa

Estacionamento improvisado da UPP bloqueia passagem de pedestres no Alemão

Na primeira quarta-feira de 2020, dia 7 de janeiro, a equipe do Voz das Comunidades foi até à Rua do Meio que fica atrás da UPP do Morro do Alemão para apurar uma denúncia feita por moradores através do whatsapp.

Trata-se da seguinte situação: PM’s da UPP fecharam uma das passagens de pedestres para criar um estacionamento de viaturas da unidade que não estão em condições de uso, com a promessa que seria por pouco tempo. Em entrevista, a dona de casa Marilza Pereira, moradora da Rua do Meio há mais de 30 anos, disse ter questionado os policiais sobre o bloqueio da passagem no dia 5 de outubro do ano passado, e foi informada que a intervenção seria breve, mas somam-se mais de 3 meses e a passagem continua fechada.

Para chegar em casa após o fechamento da passagem, moradores do Morro do Alemão precisam caminhar no meio do lixo. Foto: Laerte Breno/Voz das Comunidades

Residente desde 1968 na região, Nelson da Silva contou que o único caminho para pedestres no momento é por uma área de coleta de lixo que sempre existiu ali. Ele ainda diz que em dias de chuva é praticamente impossível passar pelo local e é necessário procurar outros caminhos: “Quando chove a gente tem que escolher entre passar no meio do lixo molhado ou fazer outro caminho, que é mais longo, descendo até um beco pra depois subir outra vez.”

Grávida, moradora se equilibra enquanto ajuda criança na hora de passar pela região: “É o único caminho”. Foto: Laerte Breno/Voz das Comunidades

O Voz das Comunidades procurou as autoridades para questionar sobre o fechamento da passagem, na rua onde se vivem crianças, muitos idosos e mulheres grávidas. Em nota, a assessoria da PMRJ envidou a seguinte mensagem: “O comando da referida UPP já foi comunicado sobre sua denúncia. Reforçamos que o citado comando segue aberto ao diálogo com os moradores locais no intuito de sanar possíveis necessidades da população nesse sentido.”

A secretaria de Infraestrutura, Habitação e Conservação também se manifestou e disse que irá enviar técnicos para vistoriar o local, na busca de criar uma possibilidade de elaborar um projeto para a área.

Já a Comlurb informou que: “a limpeza é realizada diariamente de segunda à sábado. A Companhia pede para que os moradores façam o descarte no local combinado com a Associação de Moradores para evitar o acúmulo de lixo em locais inapropriados.”
Foi questiona a possibilidade de caçambas e contentores de lixo no local mas não obtivemos resposta.

Deixe comentário