Estacionamento improvisado da UPP bloqueia passagem de pedestres no Alemão

Moradores precisam passar por lixão no caminho de casa

Estacionamento irregular Morro do Alemão. Foto; Laerte Breno - Voz das ComunidadesEstacionamento irregular Morro do Alemão. Foto; Laerte Breno - Voz das Comunidades

Na primeira quarta-feira de 2020, dia 7 de janeiro, a equipe do Voz das Comunidades foi até à Rua do Meio que fica atrás da UPP do Morro do Alemão para apurar uma denúncia feita por moradores através do whatsapp.

Trata-se da seguinte situação: PM’s da UPP fecharam uma das passagens de pedestres para criar um estacionamento de viaturas da unidade que não estão em condições de uso, com a promessa que seria por pouco tempo. Em entrevista, a dona de casa Marilza Pereira, moradora da Rua do Meio há mais de 30 anos, disse ter questionado os policiais sobre o bloqueio da passagem no dia 5 de outubro do ano passado, e foi informada que a intervenção seria breve, mas somam-se mais de 3 meses e a passagem continua fechada.

Para chegar em casa após o fechamento da passagem, moradores do Morro do Alemão precisam caminhar no meio do lixo. Foto: Laerte Breno/Voz das Comunidades

Residente desde 1968 na região, Nelson da Silva contou que o único caminho para pedestres no momento é por uma área de coleta de lixo que sempre existiu ali. Ele ainda diz que em dias de chuva é praticamente impossível passar pelo local e é necessário procurar outros caminhos: “Quando chove a gente tem que escolher entre passar no meio do lixo molhado ou fazer outro caminho, que é mais longo, descendo até um beco pra depois subir outra vez.”

Grávida, moradora se equilibra enquanto ajuda criança na hora de passar pela região: “É o único caminho”. Foto: Laerte Breno/Voz das Comunidades

O Voz das Comunidades procurou as autoridades para questionar sobre o fechamento da passagem, na rua onde se vivem crianças, muitos idosos e mulheres grávidas. Em nota, a assessoria da PMRJ envidou a seguinte mensagem: “O comando da referida UPP já foi comunicado sobre sua denúncia. Reforçamos que o citado comando segue aberto ao diálogo com os moradores locais no intuito de sanar possíveis necessidades da população nesse sentido.”

A secretaria de Infraestrutura, Habitação e Conservação também se manifestou e disse que irá enviar técnicos para vistoriar o local, na busca de criar uma possibilidade de elaborar um projeto para a área.

Já a Comlurb informou que: “a limpeza é realizada diariamente de segunda à sábado. A Companhia pede para que os moradores façam o descarte no local combinado com a Associação de Moradores para evitar o acúmulo de lixo em locais inapropriados.”
Foi questiona a possibilidade de caçambas e contentores de lixo no local mas não obtivemos resposta.

Deixe comentário