Aprendiz Cultural: Prefeitura anuncia programa de incentivo a jovens de comunidade do Rio

A ideia do projeto é oferecer renda e capacitação por meio da cultura para a juventude entre 18 a 24 anos

Aprendiz Cultural: Prefeitura anuncia programa de incentivo a jovens de comunidade do Rio

Foto: Gui Espíndola / Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio anunciou há uma semana (23 de Junho) uma iniciativa inédita e importante que estimulará a juventude carioca: O “Aprendiz Cultural”. O programa vai de encontro aos jovens de 18 a 24 anos, sem emprego formal ativo, que não tenham concluído o ensino médio e residam, preferencialmente, em regiões de periféricas, favelas, subúrbios do Rio ou em situação comprovada de vulnerabilidade social (oferecendo uma oportunidade de renda e formação pela cultura).

De acordo com a Prefeitura do Rio, o programa Aprendiz Cultural visa oferecer renda e formação durante 12 meses. Neste período haverá aulas práticas e teóricas sobre técnicas de luz e som e gestão de aparelhos, com direito a uma bolsa-auxílio mensal de R$ 800 e vale-transporte a quem fizer os cursos de preparação que serão ministrados em equipamentos culturais do município. Ao longo de três anos serão oferecidas 500 vagas, iniciando a partir de outubro. Mas a meta é capacitar também cinco mil futuros profissionais para o setor de forma virtual até 2024.

O evento de anúncio do projeto foi no no Museu de Arte do Rio (MAR) no último dia 23/06.
Foto: Beth Santos/Prefeitura do Rio

“A cultura tem um viés econômico muito forte. Ela é fundamental para uma cidade como o Rio de Janeiro. Esse programa consegue juntar a dimensão econômica, de formação de mão de obra qualificada, com um olhar para uma juventude da periferia que está sem perspectiva, fazendo com que esta atividade econômica cresça mais ainda”, comentou o prefeito Eduardo Paes sobre o projeto.

Juventude impactada pelo aumento do desemprego

A pandemia da Covid-19 trouxe diversos impactos para a sociedade. Além da crise na área da saúde, da educação, os impactos sociais ficaram em evidência nos últimos meses.

A juventude compõe o grupo que mais sentiu os efeitos da crise sanitária causada pelo coronavírus. Pois, de acordo com pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) sobre Mercado de Trabalho – Conjuntura e Análise, os jovens de 15 a 29 anos são 13% a mais em relação à taxa de desemprego.

“Na Cultura, ninguém fica para trás, muito menos os jovens. Será um ano de aprendizagem nas áreas de luz, som e etc, para depois eles estarem preparados para trabalharem em grandes eventos. A cultura não é só para artistas” ressalta o secretário de Cultura da cidade do Rio, Marcus Faustini,

Neste mês de Junho, a Secretaria Municipal de Cultura apresentará o projeto a organizações da sociedade civil e, na segunda quinzena do mês, será lançado o edital para escolha do grupo que executará o programa. O passo a passo será divulgado no site.

Calendário do programa segundo a Prefeitura do Rio

1ª semana de julho: seminário online para organizações da sociedade civil conhecerem o programa;

2ª quinzena de julho: lançamento do edital para escolha de organização da sociedade civil que executará o programa Aprendiz Cultural; 

Agosto/setembro: escolha da organização da sociedade civil;

Outubro: início do projeto.