Cria da Chacrinha, Ygor Coelho faz história no Badminton em sua participação nas Olimpíadas

O atleta conquistou a primeira vitória brasileira na modalidade em Tóquio, mas não avançou para as oitavas de final
E7M5ymmUUAEggmN (1)

Foto: Twitter Time Brasil/Divulgação

Na vida de Ygor Coelho, de 24 anos e principal atleta do Brasil no jogo de Badminton, o esporte olímpico é um divisor de águas em sua vida. Revelado em um projeto social criado pelo próprio pai na comunidade da Chacrinha, Zona Oeste do Rio, o jogador encarou o mundo e os desafios através da modalidade. E, graças ao esporte, hoje mora na Dinamarca e faz parte da história do país nos Jogos Olímpicos. 

“Foi tudo pelo objetivo de chegar bem a Tóquio e obter um resultado histórico. De 2016 a 2017 não havia mais atletas para compor a seleção. Eu mesmo fui para a Europa e cheguei a ser o número 30 do mundo. Vi que fora do país é mais competitivo. Foi quando eu me convenci que, pensando nas Olimpíadas, o melhor era vir para cá.”

Para quem não conhece, o Badminton é um esporte jogado individualmente ou em duplas, em uma quadra dividida por uma rede no meio. A modalidade possui características semelhantes com o Tênis. Porém, é jogado com raquetes e, ao invés da bolinha amarela, eles rebatem petecas. E, para Ygor, essa prática possui um valor mais especial: viajou ao mundo atrás de desafios esportivos e conheceu a sua esposa, Karine Coelho.

“Eu tenho orgulho. Deixei no lugar onde nasci exemplo de quem sonha, quem trabalha pode conseguir. Se aconteceu comigo, pode acontecer com mais pessoas. Eu sonhei com os Jogos Olímpicos”, comenta.

Ygor Coelho conquistou a primeira vitória olímpica do Brasil na modalidade na última segunda-feira (26), quando enfrentou Julien Georges Paul, das Ilhas Maurício, e venceu por 2 a 0. Apesar da partida de estreia histórica, o jogador não conseguiu ganhar do japonês Kanta Tsuneyama, em partida disputada ontem (28), e avançar para as oitavas de final nas Olimpíadas de Tóquio. Porém, o segundo lugar na classificação do grupo é uma marca histórica do país em Badminton.

Principal atleta brasileiro em Badminton, Ygor Coelho, fez história nas Olimpíadas de 2020.
Foto: AFP/Divulgação

Atualmente, o atleta vive na cidade de Aarhus, na Dinamarca, e planeja seguir no país pelos próximos anos, aprimorando a sua habilidade esportiva com outros jogadores de Badminton. Com maestria, Ygor Coelho representa o país em competições internacionais há anos. Em 2019, no Pan-Americano de Lima, no Peru, o atleta foi medalha de ouro. 

“A comunidade precisa de exemplos, de lideranças que mostrem que existe um caminho. Porque eu tenho amigos que cresceram comigo e viraram bandidos, foram para o tráfico. Alguns morreram. Então os jovens precisam saber que há alternativas”, expõe.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]