Operação policial em Vigário Geral deixa uma mulher morta; moradores fazem manifestação

Luanna da Silva Pereira, de 28 anos, foi alvejada por um disparo durante a ação desta manhã
81aac252-ef45-4eea-aad3-6e3440a27591

Foto: Reprodução

Na manhã desta quinta-feira (04), uma operação policial no bairro Vigário Geral, em Parada de Lucas, Zona Norte do Rio de Janeiro, fez mais uma vítima no decorrer da ação.

Luanna da Silva Pereira, de 28 anos, foi vítima de bala perdida nesta manhã (04).
Foto: Reprodução

Segundo informações nas redes sociais, Luanna da Silva Pereira, de 28 anos, Técnica de Enfermagem e cuidadora de idosos, foi alvejada por uma bala perdida durante uma operação da 38ª DP com apoio da Coordenadora de Recursos Especiais (Core.)

Manifestação após a morte da Enfermeira

Contra a violência gerada pela ação policial, moradores da região realizaram manifestações e bloqueios na região, com a Rua Bulhões de Marcial parada nos dois sentidos. De acordo com a população local, os agentes responderam ao movimento de forma abusiva, realizando agressões contra os protestantes.  

Moradores de Vigário geral fazem ato pela morte da enfermeira Luanna da Silva
Foto: Fabiano Rocha

A assessoria de imprensa da Polícia Civil alegou que a bala que atingiu Luanna foi disparada pelos traficantes da região, pois, de acordo com a posição em que a técnica de enfermagem se encontrava, os projéteis dos agentes estavam fora de alcance.  

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]