Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Operações policiais são realizadas em mais de 20 favelas do Rio nesta sexta (02)

Ações acontecem na Zona Norte, Zona Sul e Zona Oeste
Operação na Rocinha | 02/06/2023
Operação na Rocinha | 02/06/2023

Nesta manhã de sexta-feira, 2 de junho, mais de 20 favelas do Rio acordaram em estado de alerta. Operações policiais acontecem nas Norte, Sul e Oeste da cidade

A favela da Rocinha, na Zona Sul do Rio de Janeiro, a operação ocorre por conta de uma ação da Prefeitura do Rio de Janeiro para verificar construções ilegais no território.

Nas favelas na Zona Norte, as operações ocorrem nas localidades do Morro do Urubu, Malvinas, Para Pedro, Morro do Juramento, Complexo da Pedreira e o Complexo do Chapadão.

Na Zona Oeste, as operações policiais estão sendo realizadas em Rola I, Rola II, Cesarão, Vila Vintém, Conjunto Habitacional Vila Paciência, Três Pontes, Jesuítas, Az de Ouro, Proença Rosa, Curral das Éguas, Cosme e Damião, Selvinha e São Bento, Jardim Novo, 77, Light e Minha Deusa.

O Voz das Comunidades entrou em contato com os departamentos de saúde e educação para saber sobre o funcionamento das unidades.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou em nota que o Centro Municipal de Saúde Clementino Fraga, em Irajá, a Clínica da Família (CF) Mestre Molequinho do Império, em Engenheiro Leal e a CF Maria do Socorro, na Rocinha, mantêm o atendimento à população. Apenas as atividades externas realizadas no território, como as visitas domiciliares, estão suspensas na manhã desta sexta.

Já a Secretaria Municipal de Educação (SME) informou que na comunidade da Rocinha, oito unidades escolares foram impactadas pelas operações policiais em curso na área, afetando 2.092 alunos.
Na comunidade Malvinas, uma escola foi impactada, afetando 83 alunos.
Na região da comunidade Minha Deusa, uma unidade escolar foi impactada, afetando 83 alunos.
Na comunidade Light, três escolas foram impactadas, afetando 982 alunos.
Nas demais localidades solicitadas, as unidades escolares atendem normalmente

// MATÉRIA EM ATUALIZAÇÃO //

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]