Prefeitura do Rio planeja vacinação em massa no Complexo da Maré no fim de Julho

A imunização seguirá o mesmo modelo da que houve em Paquetá e deve acontecer entre os dias 29 e 31
VACINACAO-COVID-ZILMA-ARMS-0970

Foto: Selma Souza / Voz das Comunidades

Na noite da última quinta-feira (15) a Secretaria Municipal de Saúde anunciou que planeja uma parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) para realizar a vacinação em massa no Complexo da Maré, Zona Norte da cidade, nos dias 29, 30 e 31 deste mês. O objetivo é imunizar todos os moradores da região de uma vez só.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, a Fiocruz tem voltado alguns dos seus estudos para o Complexo da Maré. Uma destas ações da Fundação foi o programa Conexão Saúde, que é um modelo de atendimento de saúde integral direcionado aos moradores da Maré.

Agora em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, a intenção é fazer uma vacinação no mesmo modelo da que foi realizada em junho na Ilha de Paquetá, e na Ilha Grande, no Sul do Estado do Rio. Nos dois locais, pessoas maiores de 18 anos que ainda não tinham sido vacinadas receberam a imunização em um mutirão realizado em data única. 

Vacinação em massa na favela

Durante o Boletim Epidemiológico semanal, na manhã desta sexta-feira (16), o secretário municipal de Saúde Daniel Soranz informou que o intuito é imunizar cerca de 31 mil moradores distribuição de doses durante esses três dias para adultos entre 34 até 18 anos de idade, durante os três dias de campanha. Para que essa ação seja possível, serão empregados um efetivo de mil profissionais, que vão atuar em algumas unidades de saúde, e em escolas públicas do entorno da comunidade.

Segundo o último Boletim Conexão Saúde, produzido pela Fiocruz, em parceria com organizações comunitárias da favela, a Maré possuí cerca de 26,2% dos moradores que tomaram a primeira dose, e mais de 6% com a imunização completa. Até o dia 28 de junho, ao menos 46.406 doses foram aplicadas. Por isso, a previsão de que 31 mil sejam imunizadas, pois o restante já foi contemplado pelo calendário geral da cidade.

No Painel de atualização de coronavírus nas favelas do Rio de Janeiro, feito pelo Voz das Comunidades, consta que a Maré soma 6.351 casos, 1.217 moradores recuperados e 293 óbitos.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]