Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Taça das Favelas conhecerá finalistas da competição neste sábado (24)

Seleções masculinas e femininas disputam vagas as finais do campeonato
(Foto: Jonathas Fabrício)

A Taça das Favelas Rio 2022 está nas últimas etapas e logo vamos conhecer os campeões da competição. Nesse final de semana, quatro times das categorias masculina e feminina decidirão quem seguirá para a grande final. O evento é organizado pela CUFA e produzido pela InFavela.

Na categoria feminina, disputando Troféu Marilza Pereira Athayde, entram as seleções Curral das Éguas, que é a atual campeã, contra Complexo da Coreia. Cidade de Deus disputará a vaga contra Sapo de Camará. Todas as seleções já tem grande histórico na competição.

Já no masculino, o Troféu Ari Pipia é almejada pelos times que disputam a competição. O curioso é que nessa categoria teremos um título inédito, pois nenhuma das seleções levantou o caneco. Muquiço entra em campo contra Fomento, que já foi finalista. A outra semifinal será disputada entre CRB Dick e Bela Vista.

Competição reúne comunidades do Rio de Janeiro para disputa de campeonato de futebol (Foto: Jonathas Fabrício)

Os jogos ocorrem no Centro Esportivo Taça das Favelas Realengo (Estrada São Pedro de Alcântara, 4520), a partir das 9h.

9h – Curral das Éguas x Complexo da Coreia – Feminino
10h20 – Cidade de Deus x Sapo da Camará – Feminino
11h40 – Fomento x Muquiço – Masculino
13h – CRB Dick x Bela Vista – Masculino

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

Veja também

buy windows 11 pro test ediyorum

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]