Miss infantil do Complexo do Alemão representará o Rio em concurso

Thaynna Cristina mora na Nova Brasília e se prepara para representar a comunidade e o Rio de Janeiro em concurso que será realizado em São Paulo
WhatsApp Image 2020-03-16 at 17.39.47 (1)

Basta olhar o sorriso da pequena Thaynna Cristina e a facilidade com que lida com as câmeras para ver que a moradora do Complexo do Alemão nasceu para brilhar. A jovem de 8 anos, que vive com sua família na comunidade Nova Brasília é Miss Celebridade Rio de Janeiro e também Miss Garota Copacabana 1ª princesa e tem na arte uma paixão.

“Desde muito pequenininha ela já demonstrava querer isso, sempre gostou de fazer pose, não tem vergonha, e eu me sinto realizada vendo minha filha assim, esse era meu sonho, mas na minha época de criança era muito difícil. Hoje, faço tudo para ajudar minha filha a seguir no sonho dela”, contou Liliane Silva.

Thaynna Cristina posou junto com os pais. Foto: Vilma Ribeiro / Voz das Comunidades

Liliane contou ainda que ela e o esposo estão sempre atentos nos concursos nos quais a filha participa e que eles são os maiores incentivadores para que Thaynna siga seu sonho, mas, sem esquecer que ela é criança e precisa estudar e também brincar.

“O importante é que ela se divirta, ficamos atentos, apoiamos em tudo, mas sempre sem esquecer que ela é uma criança e precisa viver como uma. A cada conquista dela vibramos muito por ver a felicidade e a forma como ela lida com isso. No concurso em Copacabana, a mãe de uma participante veio me falar que era muito bonito o que minha filha havia falado para a filha dela e quando perguntei o que era, ela disse: ‘A Thaynna deu um abraço na minha filha e falou para ela não ficar triste, que no próximo poderia ser ela’. Isso me emocionou”, relembrou.

Ao questionar Thaynna sobre esse episódio, a jovem disse que entende que uma hora vai ganhar, outra hora vai perder, mas que é sempre importante manter a amizade e o pensamento positivo. “Nem sempre vou ganhar né? Então, eu falei pra ela que ali não era para ficar triste, ela chegou até a final, aí falei para ela fechar os olhos e imaginar que a próxima seria ela ganhando a faixa”.

Além dos trabalhos como modelo, Thaynna já participou de filme. Foto: Vilma Ribeiro / Voz das Comunidades

Com um jeito expansivo e bem despachado, Thaynna chama atenção por onde passa e não foi diferente ao ser selecionada para fazer parte de um grupo de figuração infantil no filme “Juntos e Enrolados”, que é protagonizado por Rafael Portugal e Cacau Protásio. Thaynna iria fazer apenas uma figuração sem fala, mas durante a gravação o jeito expressivo da jovem miss chamou atenção da direção que deu novo papel para ela com fala.

“Eu estava lá para gravação, aí me chamaram e perguntaram se eu não gostaria de fazer um outro papel e me disseram que agora eu teria algo para falar, eu fui lá e falei”, contou Thaynna.

Enquanto o filme não estreia, a jovem segue fazendo suas aulas de passarela e teatro e também se preparando para em dezembro passar a faixa de Miss Garota Copacabana 1ª princesa e também disputar em São Paulo um concurso de Miss infantil, onde irá representar o Rio de Janeiro e em caso de vitória, irá para Cancún como representante do Brasil.

“Estamos vivendo um sonho e sempre conversamos com ela para que ela não se cobre tanto e se divirta. O concurso em São Paulo será um grande passo e também aprendizado. Vamos levar a nossa comunidade com a gente, se aqui, meu marido já quase desmaiou de emoção quando a Thaynna venceu, imagine lá. Estamos ansiosos, mas mantendo sempre os pés no chão e sempre ao lado dela”, disse Liliane.

Com uma leveza natural de quem nasceu para as passarelas e para o estrelato, Thaynna disse que está ansiosa pelo concurso e que gosta de desfilar. “Eu quero que chegue logo, dá aquele nervosinho na hora de desfilar, mas é muito legal. Sei que vai ser algo muito importante e é um sonho poder quem sabe ir para Cancún representando a comunidade e o Rio”.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]