Risco de acidente: Em frente a escola, faixa de pedestres está apagada no Alemão

Foto: Renato Moura/Voz Das Comunidades
Foto: Renato Moura/Voz Das Comunidades

Falta de manutenção na Estrada do Itararé expõe alunos ao perigo

A faixa de pedestres do semáforo da Estrada do Itararé, no Complexo do Alemão, na altura da Escola Municipal Professora Vera Saback Sampaio, está totalmente apagada. Principal via de acesso do local os outros pontos da cidade, a rua tem sentido mão dupla, o que aumenta ainda mais o risco de acidentes.

Sheila Aparecida, que trabalha em uma barraquinha de doces do lado da entrada da escola há seis anos, diz que nunca viu manutenção nenhuma. “Pelo menos no tempo que eu estou aqui eu nunca vi ninguém, nenhuma equipe aqui”.

Foto: Renato Moura/Voz Das Comunidades
Foto: Renato Moura/Voz Das Comunidades

O sinal fica a cerca de cinquenta metros da entrada da escola. A equipe de reportagem procurou a da unidade para saber se já tinha havido alguma reclamação sobre a faixa. Segundo a apuração, a diretora acaba de ser exonerada e nenhum funcionário soube responder sobre o caso.

Procurada, a assessoria de imprensa da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Rio), responsável pela manutenção da faixa, não deu nenhuma resposta até o fechamento desta reportagem.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]