Governo Bolsonaro mantém ENEM em meio a pandemia de coronavírus

Mesmo com todas as instituições de ensino ainda fechadas, o governo optou por manter o ENEM, recomendando aos estudantes buscar novos meios de se preparar para a prova
0e187a11-6318-4ea8-a7e9-db2f508ced7d-768x1024

Mesmo diante das atuais circunstâncias do sistema de educação neste período de pandemia, o Ministério da Educação manteve o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio), e muitos alunos das redes públicas se encontram “desamparados” mediantes a isso.

“Você que está aí, eu sei que o coronavírus atrapalha um pouco, mas atrapalha todo mundo. Como é uma competição, é justo. Continue estudando, continue se preparando. E, se Deus quiser, nos veremos no ano que vem em uma universidade federal”, disse Abraham Weintraub, Ministro da Educação em um vídeo publicado nas redes sociais. 

Mesmo com todas as instituições de ensino ainda fechadas, o governo optou por manter o ENEM, recomendando aos estudantes buscar novos meios de se preparar para a prova. No entanto, se moldar para o exame sem possuir as condições básicas para tal, como material de estudo, acesso à internet, ou até mesmo algum meio eletrônico como notebook ou smartphones, é um grande problema.

Juliana Oliveira estudante de 19 anos, aluna do terceiro ano do ensino médio do C.E Jornalista Tim Lopes, é uma dos milhares de moradores do favela que almeja cursar uma universidade.

“Está sendo muito confusa (rotina), dividir o tempo entre estudar para o colégio e estudar para o ENEM, sem uma ajuda presencial é complicado demais. Acho um erro (mantimento da prova), no meio dessa pandemia muitos acham que será mais fácil para estudar por estarmos em casa, mas não é, muitos não estão preparados psicologicamente para tanta pressão, que é tanto para estudar, quanto prestar o ENEM. Mas já que não foi adiado até o momento, acho que devemos tentar manter o foco e estudar enquanto podemos”

O estudante do ensino público, que na sua maioria é morador periférico e já costumava enfrentar muitas dificuldades em anos anteriores e com condições normais de prova, em 2020 enfrentará mais uma, das várias adversidades que é estar numa universidade.

DICIONÁRIO:

Circunstâncias Particularidade que caracteriza um fato, uma situação e suas implicações: não sabe ainda a circunstância do ocorrido.

Almeja Almeja vem do verbo almejar. O mesmo que: suspira, anela, anseia, agoniza, deseja, quer, ambiciona, aspira, cobiça. 

Optou Vem do verbo optar. O mesmo que: elegeu, escolheu, preferiu, deliberou, decidiu. Escolher entre várias coisas.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]