Nova fase de reabertura das atividades no Rio começa nesta quarta (17)

O prefeito Marcelo Crivella diz que todas as fases estão sendo acompanhadas por ele e seu comitê

Nova fase de reabertura das atividades no Rio começa nesta quarta (17)

Foto: Laerte Breno / Voz das Comunidades

A prefeitura do Rio deu início à primeira fase de reabertura gradual de algumas atividades na cidade no dia 1 de Junho e na tarde desta terça-feira anunciou que amanhã (17/06) começa a segunda fase da flexibilização. A nova fase de reabertura das atividades no Rio começa com mais de 80 mil casos confirmados de coronavírus e ultrapassando 7.700 óbitos na cidade, sendo 1.832 casos em favelas e quase 400 mortes.

Na segunda fase está autorizada a volta das seguintes atividades:

  • lojas de móveis e decorações
  • concessionárias e agências de automóveis
  • shoppings das 12h às 20h com limitação de ⅓  do estacionamento 
  • alimentação só para delivery (sem consumo no local), drive thru e take away (pegar e levar)
  • ambulantes
  • escritórios em geral
  • hotéis e hostels
  • calçadão da orla, praças e parques para atividades físicas
  • praia para esportes aquáticos individuais
  • voo livres individuais
  • consultórios e clínicas médicas e odontológicas, com agendamento 
  • venda de ingressos online ou em caixas de autoatendimento para drive in
  • construção e reforma de casas e prédios, construção naval
  • centro de treinamento esportivos abertos para treino sem público
  • competições esportivas com portões fechados 

O Mercadão de Madureira, que fica na zona Norte, voltou a funcionar após 70 dias, com novo horário (das 9h às 17h), apenas três dos seis portões abertos, e na entrada com medição da temperatura de clientes.

De acordo com a prefeitura, a reabertura na cidade do Rio é dividida em seis fases, cada uma com a duração de 15 dias, quando é avaliado se as recomendações estão sendo cumpridas e como está a evolução de casos do novo coronavírus. O prefeito Marcelo Crivella diz que todas as fases serão acompanhadas por um Comitê Permanente de Gestão e Execução do Plano de Retorno e que o monitoramento será diário.

A prefeitura também determinou hoje que 100% da frota de ônibus da cidade e da frota dos coletivos que operam no BRT voltem a funcionar imediatamente.

Artes: Raífe Sales / Voz das Comunidades