Primeira e segunda parcela do auxílio podem sair juntas pra quem ainda não recebeu

Uma esperança para quem ainda não recebeu a primeira parcela.
noti-1586320071

O auxilio emergencial foi criado para o período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do Coronavírus. Porém muitos brasileiros ainda estão em análise, enquanto outros estão aguardando a segunda parcela.

De acordo com o governo, o pagamento da segunda parcela depende da liberação de recursos orçamentários e de um novo calendário por parte do Ministério da Cidadania, porém, a Caixa Econômica Federal informou que as pessoas que tiverem direito poderão receber a primeira e a segunda parcela juntas, já que o prazo para dar entrada no auxílio é até o dia 02 de julho.

É bom ficar atento pois, no caso do crédito em poupança digital, o dinheiro ficará na conta e deverá ser sacado em até 90 dias. Depois deste prazo, o dinheiro retornam para o governo. Pra quem recebe o Bolsa Família o processo acontece de forma automática, aqueles que forem aprovados receberão exatamente da mesma forma que recebem o Bolsa Família.

O Presidente da Caixa Econômica, Pedro Guimarães, disse que em breve será divulgado o cronograma e que haverá mudanças sobre o primeiro pagamento, que começou há quase um mês e ainda não foi finalizado. O governo havia informado que a segunda parcela do auxilio seria paga ainda em abril, o que não aconteceu.

Em uma tentativa de amenizar as filas e evitar aglomerações, os próximos saques terão datas mais espaçadas. A segunda parcela do auxílio será paga ainda em maio e a terceira, em junho.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]