Slam Laje, do Complexo do Alemão, celebra seu primeiro ano no próximo domingo, 27 de maio

Na Chicago dos anos 80, junto ao crescimento do hip-hop, nascia a batalha que ressignificou a poesia e tem trazido cultura de resistência, de rua e gratuita às cidades brasileiras. Falamos do Slam, o sarau/batalha de poesia que aterrissou em São Paulo em 2008 e chegou ao Rio de Janeiro em 2013.

Como favela é lugar de poetas e poemas, não tinha como esse evento não chegar às periferias. Em 2017 foi quando aconteceu o “boom” do Slam no Rio de Janeiro, como explicou MC Martina, poeta e fundadora do Slam Laje, que completará um ano de batalhas no próximo domingo, 27 de maio.

“Eu e meu irmão, AL-Neg, a gente já tava começando a circular a cidade, a gente já trampava com poesia, já tava na cena, e aí a gente ia pra tudo quanto era sarau, Slam… não tinham muitos, eram poucos. Muitas pessoas aqui, no morro, tavam querendo fazer o Slam, aí eu e Marcelo Magano, que já fez parte da produção do junto comigo, me ajudou a criar o Slam Laje”, contou MC Martina sobre a chegada do Slam ao Complexo do Alemão.

A poeta contou como se sente ao ver que o Slam Laje tem dado certo: “é uma parada muito boa, porque a gente faz com muito amor. Fazer isso onde eu moro é uma sensação muito boa, eu sinto que tô fazendo minha missão, porque meu objetivo é passar a mensagem, eu e meu irmão. Ver que tá dando certo, que a favela tá abraçando, dá fé pra gente, dá esperança… o Slam é isso.”

Tá curioso pra conhecer a batalha que tomou o Rio? O Voz das Comunidades te explica as regras: são válidas somente poesias autorais que duram até três minutos e não são permitidos adereços, acompanhamentos cênicos e instrumentos musicais. Parece difícil, não? Mas dá muita poesia boa nos eventos.

Algumas melhorias estão vindo com o primeiro aniversário do Slam Laje. Segundo MC Martina, o evento, que acontecia sempre na laje da Casa Brota, agora vai percorrer todo o Complexo do Alemão em vários pontos, com o intuito de “fortalecer a favela e ocupar novos espaços”. A MC e AL-Neg, atualmente os produtores, pretendem trazer várias novidades, algumas ainda são surpresa, mas outras já estão confirmadas para a comemoração de aniversário, como o grupo paulista de teatro As Pardonizadas, grupo feminino de rap Nefertaris Vandal, batalha de passinho com premiação e pocket-show com a MC Thai Flow.

A edição começa às 15h e vai acontecer na Praça Verde da Central, que fica na Avenida Central, número 68 (em frente ao Instituto Raízes em Movimento) – Morro do Alemão. Nas publicações do evento, os organizadores dão algumas dicas de como chegar.

“Vai ser uma tarde de lazer dentro da favela.” MC Martina

Slam Laje – Aniversário de um ano: https://www.facebook.com/events/1797532273603013/?active_tab=about

Slam Laje: https://www.facebook.com/batalhadepoesia/

Comentários Facebook

comentários

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top