Em ritmo natalino, Cinema no Morro leva 300 crianças para assistir ao filme Operação Presente

A ação realizada pelos voluntários do Voz das Comunidades distribuiu pipoca e guaravita na sessão particular no Konteiner

Foto: Renato Moura / Voz das ComunidadesFoto: Renato Moura / Voz das Comunidades

A democratização da cultura é uma das ferramentas mais importantes na transformação e desenvolvimento social no Brasil e, de forma frequente, a iniciativa Cinema no Morro traz esses benefícios para as comunidades do Rio de Janeiro.

Nesta segunda-feira (13), o projeto realizou, mais uma vez, uma sessão cinematográfica particular no Konteiner, no Complexo da Penha, onde 300 crianças assistiram o filme “Operação Presente”. O longa-metragem de 2011 aborda a missão de Natal do Papai Noel em entregar presentes para todos as todas residências pelo mundo.

Em uma edição especial e direcionada ao clima natalino, os voluntários do Voz das Comunidades, que são os responsáveis pela ação cultural, distribuíram pipocas e guaravita para os pequenos espectadores.

Foto: Renato Moura/Voz das Comunidades
A criançada concentrada vendo a animação
Foto: Renato Moura/Voz das Comunidades

Para a produtora cultural Geisa Pires, a oportunidade de proporcionar uma data especial para as crianças na comunidade é mais do que especial. Pois, é uma demonstração de que a iniciativa se importa com o bem-estar delas em todas as épocas do ano.

“A ação deste ano foi uma loucura porque é a primeira vez que realizamos uma sessão com 300 pessoas reunidas. Além de elas assistirem um filme que fala sobre a esperança e a felicidade natalina, elas ainda terminam a sessão recebendo um brinquedo cada uma”, compartilha. Para celebrar esse final de ano, a ação presenteou todas as crianças no evento.

Nesta noite de segunda-feira (13), as crianças do Complexo da Penha acompanharam a 20º edição da ação Cinema no Morro
Foto: Renato Moura/Voz das Comunidades

E, claro, a presença do sentimento festivo acompanhou todas as medidas de segurança contra o Covid-19 e, também, da gripe Influenza A, que atualmente alcançou o status de epidemia no Rio de Janeiro.