Preparando campeões: projeto em Deodoro disponibiliza aulas de Muay Thai e Jiu-Jitsu para jovens de favela

Com cerca de 200 alunos, a iniciativa promove transformação dos jovens por meio do esporte

Foto: Boa Guarda/Divulgação

De certa forma, a vida é moldada através de momentos que auxiliam no entendimento dos porquês de cada um, gerando motivações e caminhos profissionais a seguir. No intuito de pavimentar essa trajetória entre os jovens de favelas do Rio de Janeiro, o projeto Boa Guarda reúne jovens para praticar e aprender os valores ensinados a partir das modalidades esportivas de Muay Thai, Jiu Jitsu e aulas práticas de exercícios funcionais no Parque Radical, localizado em Deodoro, Zona Oeste do Rio. A iniciativa acontece de segunda a sexta-feira das 8h às 17h e contempla as comunidades locais, como Inferninho, Promorar 1 e 2, Triângulo, Muquiço e Chapadão.

Para isso, os jovens contam com a tutela de quem compreende muito bem a importância do acompanhamento de projetos sociais nesta etapa de desenvolvimento. Na companhia do ex-campeão mundial de Muay Thai e de Kickboxing, Anderson Musgo, de 40 anos, eles conhecem a determinação e virtudes que vêm do esporte.

“Durante a minha trajetória, conquistei vários títulos. Fui campeão mundial em duas modalidades, Muay Thai e Kickboxing, oito vezes campeão nacional de Muay Thai, nove vezes do intermunicipal e uma vez do sul-americano. Mas, o que o esporte me ensinou vai muito além dos títulos. Eu ganhei uma profissão, amigos e sou muito grato pelos projetos sociais, porque vim de um. Por isso, quando me aposentei, decidi por em prática o sonho que construí nesse meio tempo: devolver o que as pessoas fizeram por mim através de aulas de Muay Thai”, explica.

Anderson Musco recebendo a medalha de campeão mundial
Anderson Musco recebendo o cinturão de campeão mundial de Muay Thai na Tailândia, em 2018.
Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação.

A dedicação em oferecer novos caminhos e oportunidades para os jovens é tão importante para o Boa Guarda que o projeto conta com 82 estudantes de Muay Thai, 50 de Jiu-Jítsu e 62 na prática funcional de exercícios físicos. De acordo com Anderson, a iniciativa social, em um futuro próximo, oferecerá cursos preparatórios para vestibulares. As inscrições dos jovens que possuem interesse em participar, que já possui dois anos de existência, são realizadas de maneira presencial. Além desse destaque, o curso planeja uma nova modalidade: Judô.

A iniciativa também conta com aulas funcionais de exercícios físicos.
Foto: Boa Guarda/Divulgação.

“Atendemos as comunidades que ficam em torno de Deodoro e também temos alunos que vêm de longe para treinar. Aqui, o nosso objetivo é dar oportunidade para a molecada através do esporte e moldar os valores e as vidas deles”, finaliza.