Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Cidade de Deus ganhará a sua primeira Biblioteca Comunitária

Iniciativa nascida de um sonho do Coletivo Marginal, planejamento inicial prevê 10 mil títulos sendo disponibilizados na biblioteca

Foto: Reprodução

No último sábado (06) o educador popular, Conselheiro Tutelar, Jota Marques, anunciou através de suas redes sociais que a Cidade de Deus, Zona Oeste do Rio, terá sua primeira biblioteca comunitária. A iniciativa nasceu de um sonho do Coletivo Marginal que, há 3 anos, desenvolve projetos de educação popular em escolas municipais da comunidade.

O espaço, que antes era uma academia, agora está prestes a se tornar um acervo de livros. O plano, inicialmente, era que fosse em 2020 a inauguração. Mas, em razão da pandemia de Covid-19, adiaram o sonho. Outro fator que dificultou foi a ausência de espaço para concretização do projeto. Contudo, observando o cenário no final de 2020, os idealizadores viram que era necessário pensar em estratégias que fortalecessem a educação pública local. Pois, crianças, adolescentes e jovens foram os mais prejudicados pela não ação do poder público.

Paralelo a isso, nesse meio tempo, organizações sociais da Cidade de Deus se mobilizaram, compondo assim a Frente CDD, a fim de combater às consequências mais duras, geradas pelo vírus, na vida dos moradores.

Os livros já foram separados por gênero.
Foto: Reprodução

 “A pergunta, que sempre fica para nós, é: Como vamos recuperar esse tempo? O que tem tornado esse sonho possível, hoje, foi termos encontrado um espaço que correspondesse ao projeto. A Biblioteca, que estaria aberta aos alunos, agora, estará aberta para a Cidade de Deus e toda Jacarepaguá”, falou o educador popular Jota Marques.

Jota Marques comemora a chegada do novo espaço para a Cidade de Deus
Foto: Reprodução

O planejamento inicial prevê 10 mil títulos sendo disponibilizados na biblioteca. No momento, o espaço está sendo estruturado. No entanto, está recebendo livros. Além disso, está planejando o funcionamento para quando os órgãos de saúde permitirem.

“Estamos felizes, orgulhosos e ansiosos. A Cidade de Deus, há cinco décadas, exporta para o mundo: educadores, artistas, cantores e grandes líderes. Precisamos escrever e contar essas histórias de inspiração e potência. A Biblioteca, portanto, não será apenas um espaço de reunião de livros diversos, mas a oportunidade do fortalecimento dos nossos laços, das nossas memórias. Entendemos, e sempre lembramos, que essa é uma iniciativa comunitária, com corpo de política pública, que a Prefeitura e o Estado poderiam assumir e realizar, ou mesmo apoiar”, contou Jota sobre a expectativa do novo espaço para a comunidade.

Foto: Reprodução

A biblioteca, que ficará na localidade do Tijolinho, conta com apoio de personalidades famosas como Emicida, Felipe Neto, Patricia Pillar, Felipe Castanhari e Marcelo Adnet. Todos eles ajudaram a construir esse importante espaço de cultura e representatividade na Cidade de Deus.

Quem quiser colaborar, os livros podem ser enviados pelos Correiros e ou entregues neste endereço, em nome de Victor Franco: Rua Professor Henrique Costa, número 880, Bloco 4, apartamento 415, Pechincha, CEP: 22.770-235.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]