755 policiais militares de diversos batalhões deve reforçar o policiamento em Maceió e regiões vizinhas no Réveillon

(Crédito: Ascom-PM/AL)
(Crédito: Ascom-PM/AL)
(Crédito: Ascom-PM/AL)
(Crédito: Ascom-PM/AL)

Ascom-PM/AL

O comandante do Policiamento da Capital (CPC), coronel Louvercy Monteiro, apresentou juntamente com seus oficiais, na manhã desta terça-feira (30), o planejamento operacional previsto para a virada do ano na Grande Maceió. Porém, antes de iniciar a apresentação, Louvercy ainda proferiu uma palestra sobre o uso progressivo da força e a legislação que a regulamenta.

Participaram da reunião os oficiais da PM que irão exercer funções de comando durante a “Operação Réveillon 2014”, além de representantes do Corpo de Bombeiros (CBM), da Força Nacional de Segurança, Superintendência Municipal de Controle e Convívio Urbano (SMCCU), Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) e Guarda Municipal de Maceió.

“O réveillon de Maceió ganhou projeção nacional pelas grandes festas que são promovidas, atraindo turistas de todo Brasil, além de outros países, daí a nossa preocupação em fazer um planejamento detalhista, com o emprego da Polícia Militar nos pontos mais críticos de acordo com os estudos elaborados a partir das experiências dos anos anteriores”, destacou Louvercy.

O CPC previu dez locais de evento na Grande Maceió. Na capital, haverá reforço do policiamento na orla marítima, Jacintinho, Benedito Bentes, Ipioca e Clima Bom; em Marechal Deodoro, no centro da cidade e na Praia do Francês; além de Barra de São Miguel, Paripueira e Barra de Santo Antônio.

Ao todo serão empregados 755 policiais militares, 37 viaturas, 18 motos, 18 conjuntos da Cavalaria, e uma embarcação do Batalhão Ambiental (BPA). Nos locais de evento serão empregados o policiamento a pé e o montado. Já no perímetro externo, Bope, Radiopatrulha, Batalhão Escolar, 1º Batalhão e o grupamento de Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (Rocam) garantirão a segurança daqueles que chegam e saem destes locais.

De acordo com o capitão Roberto Goulart, coordenador-geral do Policiamento, a expectativa é de um réveillon tranquilo, com o emprego do policiamento em todos os locais de eventos oficiais, utilizando todas as especificidades da Polícia Militar.

“As expectativas são as melhores possíveis, já que o efetivo disponibilizado pelo CPC é suficiente. Queremos garantir um révellion de paz para as famílias, e causar uma boa impressão de nossa terra para os turistas que nos visitam”, disse Goulart.

Ao final, Louvercy anunciou que os 59 novos soldados, formados nesta última segunda-feira, reforçarão até o final do verão o policiamento da 5ª Companhia Independente, que abrange os municípios de Marechal Deodoro e Francês.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]