COMPLEXO BANDEIRA: “Alma não tem cor” reapresenta espetáculo no próximo sábado

Alma não tem cor
Oficina ALMA NÃO TEM COM em COMPLEXO BANDEIRA
Começaram esta formação com mais de 30 entre crianças e adolescentes, no final de 10 meses restaram apenas oito integrantes. Essa é uma prova de resistência na dificuldade de dispor dois dias da semana na parte da manhã, em uma área tão vulnerável quanto a comunidade das Palmeiras. A última estação do teleférico do Alemão.

O resultado do trabalho foi apresentado no último final de semana e quem perdeu, vai ter a oportunidade de assistir as cenas no próximo sábado, às 14h. A peça começa contando de que forma o teatro foi introduzido no Brasil, falando sobre o homem de ontem e de hoje e como o Complexo era e foi se modificando durante essa transação. Um espetáculo de cenas curtas, com músicas e textos copiladas de poemas de Manuel Bandeira. No fim da apresentação,  funks antigos que fizeram e ainda fazem parte da comunidade serão cantados e interpretados pelo grupo.

Produção: Diga Sim Produções: Sandro Rabello, Neila de Lucena.
Produção no Complexo do Alemão: Helcimar Lopes
Realização: Os F. Privilegiados e Diga Sim Produções
Local:
Biblioteca Parque do Alemão
Estação Palmeiras
Data: 19 de setembro às 14h.
ENTRADA FRANCA
Classificação Etaria – 4 anos

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]