Conheça propostas de Eduardo Paes e Marcelo Crivella para as favelas cariocas

Um dos candidatos será eleito o próximo prefeito da cidade do Rio de Janeiro no próximo dia 29 de novembro

Conheça propostas de Eduardo Paes e Marcelo Crivella para as favelas cariocas

Candidatos apresentaram ainda no primeiro turno seus planos de governo, que são o conjunto de propostas para a cidade do Rio. Como, por exemplo, ações para Saúde, Educação e Mobilidade urbana. Além disso, também especificaram propostas para as comunidades, locais que por anos têm sido esquecidos por nossos representantes.

O candidato Eduardo Paes (DEM) afirmou em seu plano de governo que irá “voltar a dar prioridade aos investimentos sociais da prefeitura, sobretudo nos bairros da zona norte, da zona oeste e nas comunidades e favelas da nossa cidade – sempre com foco em melhorar a qualidade dos serviços públicos, em recuperar a infraestrutura já existente, e em criar frentes de trabalho para gerar emprego e renda para a nossa população mais necessitada”. 

Paes também assinou a Carta Compromisso com as Favelas e Comunidades do Rio, elaborada pela Rede Favela Sustentável e entregue a todas as candidaturas ainda no primeiro turno. No documento, que está disponível na internet, oito compromissos foram firmados. Entre eles, o de seguir os 17 objetivos do desenvolvimento sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU), que pretende, entre outras coisas, tornar os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis. 

O candidato do DEM também se comprometeu em combater o racismo, valorizando a diversidade, a democracia e uma cidade mais humana, na qual os planos da prefeitura incentivem o fim da segregação e do preconceito racial. E prometeu realizar a manutenção dos planos inclinados, teleféricos, escadas rolantes e elevadores, a fim de garantir a mobilidade urbana inclusiva. Veja o plano completo pelo link: https://www.eduardopaes.com.br/plano-de-governo/

O candidato Marcelo Crivella (Republicanos) promete em seu plano de governo que irá fornecer “apoio, suporte, atendimento e acompanhamento de situações envolvendo indivíduos e famílias em vulnerabilidade e risco social, cariocas, que vivem na invisibilidade do não acesso a serviços básicos e a condições de subsistência dignas. Realidade de todas as grandes metrópoles, esta parcela da população tem crescido desde a crise”. 

Crivella não assinou a Carta Compromisso com as Favelas e Comunidades do Rio. Ele pretende criar o programa Inclusão Carioca, com o qual atenderia às 120 mil famílias mais pobres do município por meio de um complemento de renda, para que elas possam ser incluídos nos mais diversos programas do governo, a fim de que seja reduzido o número de pessoas em situação de vulnerabilidade.

O candidato do Republicanos também quer, através do desporto e lazer, que a cidade garanta uma gama de oportunidades de inclusão social e ferramenta de transformação para impedir que os jovens sejam seduzidos pelo crime organizado. Veja o plano completo pelo link: https://www.crivella10.com.br/plano-de-governo