Dia da Mulher: Maceió tem caminhada contra violência doméstica

(Crédito: Assessoria)
(Crédito: Assessoria)
(Crédito: Assessoria)
(Crédito: Assessoria)

Secom Maceió

A programação do Dia da Mulher em Maceió terá caminhada referente à Semana pela Paz em Casa, promovida pelo Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), com apoio da Prefeitura de Maceió. A caminhada será realizada neste domingo (8), a partir de 8h30, com concentração próxima ao Hotel Sete Coqueiros, na Ponta Verde.

Para garantir tranquilidade ao evento, que faz parte das atividades promovidas pelo Judiciário e outras instituições em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, a Prefeitura de Maceió reforçará alguns serviços durante a caminhada. Dentro da programação, também haverá panfletagem, aula de zumba e apresentação da banda dos Bombeiros e da Polícia Militar.

A primeira dama de Maceió, Tatiana Palmeira, destacou o caráter inovador das ações desenvolvidas conjuntamente pelo poder público em alusão ao 8 de março. “Neste ano, o Dia da Mulher vai ser festejado de uma forma diferente, com ações concretas voltadas para a mulher e a Prefeitura fica feliz em poder participar junto com os demais dessa campanha”, afirmou.

Para a presidente da Almagis, Fátima Pirauá, a importância dessa parceria com a Prefeitura é fundamental. “Ela contribui com o objetivo da caminhada por demonstrar que o município também é responsável pelo combate à violência doméstica. O prefeito e sua esposa estão engajados para que todos abracem essa ideia e se empenhem na missão de dar um basta na violência contra a mulher”, afirmou.

A Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel) fará a consultoria do evento, normatizando a caminhada e disponibilizando profissionais para um alongamento antes do início do percurso, que será de 1,1 km. Já a Secretaria de Segurança Comunitária (Semsc) terá seu efetivo reforçado no domingo. A Superintendência de Limpeza Urbana (Slum) também reforçará o número de garis na área. Como serão dois eventos ao mesmo tempo, o objetivo é acelerar a limpeza do local, que normalmente recebe muitas famílias na rua fechada.

A expectativa da iniciativa promovida pelo TJ/AL é de que haja uma grande mobilização da sociedade para reforçar a campanha contra a violência doméstica.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]