Vila Olímpica da Vila Vintém está abandonada

Foto: Caio Lima/Voz Das Comunidades
Foto: Caio Lima/Voz Das Comunidades

Inaugurada em 2002, unidade segue fechada desde novembro

A Vila Olímpica Mestre André, na Vila Vintém, Zona Oeste, está abandonada desde novembro do ano passado, quando o contrato da Organização Social (OS) firmado pelo ex-prefeito Eduardo Paes acabou. Desde então as aulas foram interrompidas por falta de manutenção no local.

O Centro Esportivo, na Rua Marechal Falcão da Frota, 1800, inaugurado em 2002, já trouxe muita alegria para a comunidade. Formou vários atletas, como a velocista Rosângela Santos, que hoje participam das principais competições nacionais e internacionais. “É uma vergonha o estado em que vemos nossa Vila Olímpica, porque muitas crianças podiam estar aqui, mas estão por aí sem fazer nada. Como vamos formar nossos futuros atletas?”, desabafa Lucimar Santos, 53, moradora da comunidade.

Antes, com atendimento para várias pessoas da comunidade nas atividades diárias, o lazer também fazia parte do cronograma do Centro Esportivo nos fins de semana, quando famílias podiam se reunir aos sábados para desfrutar do local.

Foto: Caio Lima/Voz Das Comunidades
Foto: Caio Lima/Voz Das Comunidades

Hoje, a Vila Olímpica está em processo de licitação para que a Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Lazer do Rio possa escolher uma nova Organização Social (OS) para administrar e reativar o local.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]