Em nota, PM informou que irá apurar todos os fatos sobre morte de adolescente

(Crédito: Reprodução)
(Crédito: Reprodução)

(Crédito: Reprodução)

Ascom PM

“Com relação aos protestos no Conjunto Colibri, a Assessoria de Comunicação da PM verificou junto ao Ciods (Centro Integrado de Operações da Defesa Social) que no final da manhã de hoje (16), o Samu entrou em contato com o mesmo, solicitando apoio para prestar socorro a um indivíduo vítima de disparo de arma de fogo na localidade. Vale salientar que este é um procedimento de praxe do Samu para atendimentos em locais considerados de maior risco para a equipe de saúde.

Nesse sentido, uma guarnição da PM ofereceu o suporte ao Samu, contudo ao chegar ao local, um grupo de pessoas tentou depredar a viatura policial, que por sua vez recuou aguardando reforço. O Bope e o Batalhão de Radiopatrulha foram até o local e utilizaram dos meios necessários de controle de distúrbios civis (CDC) para restabelecer a ordem.

Já com relação aos questionamentos acerca da morte do adolescente no caso em tela, não existe a confirmação se partiu de um confronto com a PM, tampouco existe boletim de ocorrência relacionado ao fato.

De acordo com o comandante do Batalhão de Radiopatrulha, cerca de 1h30 antes da ligação originada pelo Samu, houve uma troca de tiros na região do Rosane Collor, onde esteve presente uma guarnição da Unidade, todavia sem qualquer confirmação sobre feridos. Por este motivo, o comando da corporação irá apurar o fato para a partir daí, proporcionar uma informação fidedigna à sociedade.

O comandante do Policiamento da Capital, determinou que as guarnições do Bope permaneçam no local até que o clima se estabilize e não haja mais riscos à população.”

Comentários Facebook

comentários

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top