Prevenção é a melhor solução!

Analaura Pereira (esq.) e Taana Modesto (dir.) são gerentes da Clínica da Família Zilda Arns, no Complexo do Alemão.

As relações sexuais também podem resultar em doenças. São as doenças sexualmente transmissíveis (ou DSTs), que podem ser transmitidas de uma pessoa contaminada para uma sadia durante uma relação sexual.

As DST são consideradas como um dos problemas de saúde publica mais comuns em todo mundo. Segundo departamento de DST, Aids e Hepates Virais a estimava de infecções de transmissão sexual na população sexualmente ativa , a cada ano, são: Sífilis 937.000, Gonorréia 1.541.800, Herpes Genital 640.900, HPV 685.400 e atualmente temos 734.000 pessoas vivendo com HIV/AIDS no ano de 2014 somente no Brasil. Em ambos os sexos, a falta de proteção torna o organismo mais vulneráveis a outras doenças, inclusive AIDS, que não tem cura.

Essas doenças tem relação com a morte materna e infantil, com isso reforçamos a importância do acompanhamento Pré Natal que durante o período gestacional o médico e o enfermeiro acompanham a evolução da gestação e no caso de diagnóstico de DST’s realizam o tratamento possibilitando o curso normal da gestação sem risco para mãe e para o bebê.

Confira o abaixo os sintomas de algumas dessas doenças:

>> Sintomas: Corrimento pelo colo do útero e/ou vagina (branco, cinza ou amarelado), pode causar coceira, dor ao urinar e/ou dor durante a relação sexual, cheiro ruim na região.

DST prováveis: Tricomoníase, gonorreia, clamídia.
Sintomas: Corrimento pelo canal de onde sai a urina, que pode ser amarelo purulento ou mais claro, às vezes com cheiro ruim, além de poder apresentar coceira e sintomas urinários, como dor ao urinar e vontade de urinar constante.

DST prováveis: Gonorreia, clamídia, tricomoníase, micoplasma, ureoplasma.
Sintomas: Presença de feridas na região genital (pode ser uma ou várias), dolorosas ou não, antecedidas ou não por bolhas pequenas, acompanhadas ou não de “íngua” na virilha.

DST prováveis: Sífilis, cancro mole, herpes genital, donovanose, linfogranuloma venéreo.
Sintomas: Dor na parte baixa da barriga (conhecido como baixo ventre ou “pé da barriga”) e durante a relação sexual.

DST prováveis: Gonorreia, clamídia, infecção por outras bactérias.
Sintomas: Verrugas genitais ou “crista de galo” (uma ou várias), que são pequenas no início e podem crescer rapidamente e se parecer como uma couve-flor.

DST prováveis: Infecção pelo papilomavírus humano (HPV)
Não sinta vergonha de conversar com o profissional de saúde e tirar todas as dúvidas sobre sexo ou qualquer coisa diferente que esteja percebendo ou sentindo. É direito de todo brasileiro buscar esclarecimento e informações durante o atendimento de saúde.

Portanto, se você estiver com algum destes sintomas deve procurar sua unidade de referencia (Postos de saúde ou Clinica da Família) para avaliação e tratamento. As unidades oferecem grupos educativos com finalidade de orientar os métodos de prevenção, sendo a camisinha masculina e feminina o método mais utilizado e mais seguro. A rotatividade de parceiros aumenta mais o risco.

Comentários Facebook

comentários

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top