Tonzão, ex-havaiano lança CD evangélico “No passinho do abençoado”

“No passinho do Abençoado” – Tonzão e os Adudianos: Tudo começou com uma brincadeira

Uma brincadeira criativa e de repente surgiu um CD. Ewerton Luiz da Silva Chagas, o “Tonzão”, estava dentro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus dos Últimos Dias (ADUD) conversando com uns amigos e começou a cantarolar umas frases e a dançar. Tudo estava sendo monitorado pelas câmeras do local. Surgia ali a canção: “No Passinho do Abençoado”.

Como a igreja realiza um trabalho de evangelismo junto às comunidades, a produtora executiva da ADUD RECORD,  resolveu investir no projeto e levar a este público um produto de qualidade, no estilo musical que eles gostam e com a mensagem da Palavra de Deus.

O trabalho conta com participações especiais de Nívea Silva, Elaine Martins e Waguinho e também de Mc Buchecha, Mc Marcio do Cacuia e Os Hawaianos. Funk e rap compõem o CD que embala com canções dançantes e apresenta também algumas regravações de canções evangélicas já conhecidas.

” Eu só quero adorar a Deus e evangelizar, tem muita gente que precisa de salvação” Afirmou Tonzão.

HISTÓRIA

Nascido e criado na comunidade da Cidade de Deus (CDD), bairro desmembrado de  Jacarepaguá oriundo de um conjunto habitacional situado na Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro,Tonzão é o primeiro de nove  irmãos.

Sua vida não foi fácil. Aos sete anos começo a trabalhar como catador de latinhas para ajudar sua família. De origem humilde ele também trabalhou em feiras livres, lanchonetes e como boleiro em quadras de tênis. Desde oito anos canta e dança funk. Um dia foi descoberto na comunidade e convidado a participar como ator dos filmes: “Cidade dos Homens” e “A Lei e o Crime”.

Aos 08 anos se tornou dançarino profissional e por oito anos passou por diversos grupos conhecidos no mundo secular.  Só com “Os Hawaianos” vendeu 300 mil cópias de DVD e ganhou muito dinheiro passando a viver uma vida bem diferente da sofrida infância.

MUDANÇA DE VIDA

“O que fazer para ser feliz, pastor? Eu tenho tudo e não tenho nada.” A resposta dada pelo Pr. Marcos Pereira, da ADUD, a esta pergunta mudou a vida de Tonzão: “Renuncie o mundo e sirva a Deus”.

Nesta época ele era integrante do grupo “Os Hawaianos”. Quando um dia, pra sua surpresa, recebeu em um baile funk o renomado Pr. Marcos Pereira e toda Equipe ADUD, que chegaram para evangelizar e tonaram do baile um culto de evangelização. A partir dai, Tonzão, perdeu a “paz com o mundo”, ja começou a sentir a forte necessidade de seguir o conselho do Pastor, ” Renunciar o mundo e servir a Deus”. Foi ai que começou a frequentar os cultos na sede  Igreja Evangélica Assembleia de Deus dos Últimos Dias (ADUD) e depois a acompanhar o amigo Waguinho (ex-pagodeiro do grupo “Os Morenos”) nos evangelismos que a ADUD faz nas comunidades e ouvir a pregação da Palavra de Deus.  Por algum tempo ele ainda resistiu, mas após viajar para São Paulo e participar de muitas baladas começou a passar muito mal e foi hospitalizado. Mesmo fazendo diversos exames, os médicos não descobriam o que ele tinha. O medo de morrer era constante. Decidiu ligar para o Pr. Marcos Pereira que junto com Waguinho e o Ev.Filipe (filho do Pr. Marcos Pereira,  fizeram uma oração e profetizaram que na segunda-feira ele daria testemunho.

“Isso aconteceu numa quinta-feira, e eu disse que se ficasse curado nem iria esperar a segunda-feira chegar. Na mesma hora melhorei e desde novembro de 2011 comecei a caminhar com Jesus”, conta Tonzão.

Hoje Tonzão leva a palavra de Deus por onde passa, a ADUD  com certeza mais uma vez fez um trabalho de evangelismo belíssimo e acreditou nesse jovem que é a nova geração do funk gospel, usado para atrair multidões e levar Jesus a todos os povos.

Escrito por Polyanna S. Dias
Por Agência H3

Comentários Facebook

comentários

Autor

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top