5 prioridades para o Complexo do Alemão

Universidade Federal, Habitação, Saneamento Ambiental, Parque da Serra da Misericórdia e Segurança Pública

O Juntos pelo Complexo do Alemão é um grupo que reúne diversas ONGs, coletivos e pessoas que moram e atuam no Alemão. Ele surgiu em dezembro de 2013 com a mobilização de diversas pessoas e instituições para atender aos desabrigados do trágico temporal que ocorreu naquele mês. Em quase dois anos, várias atividades do grupo já foram realizadas, como caminhadas, reuniões com jovens, audiências públicas e outras; além de uma série de reuniões para pensar os problemas da área. Assim, o grupo reforçou seus laços com a comunidade e procurou apontar um conjunto de necessidades para o Complexo do Alemão. Cinco delas surgiram como prioritárias: a Implantação da Universidade Federal, Habitação, Saneamento Ambiental, Parque da Serra da Misericórdia e Segurança Pública. Falaremos de cada uma delas.

Em agosto de 2011, o Governo Federal garantiu recursos para a construção de cinco novas unidades do Instituo Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ) – uma delas, no Complexo do Alemão. O IFRJ oferece cursos técnicos de ensino médio e de graduação, e tem o status de uma universidade. Para a sua implantação é importante a doação de um terreno para a construção dessa nova unidade – uma solicitação atendida apenas depois de forte pressão que o grupo fez sobre a prefeitura. Uma vez pressionada, a mesma ofereceu três terrenos como opções: um atrás da clínica da Família Bibi Vogel (Engenho da Rainha), o galpão da fábrica Tuffy e o da antiga fábrica da Skol, que foi recusado pelo Juntos pelo Complexo, por ser o mesmo local onde seriam construídas casas populares.

A luta pelo IFRJ trouxe ao conhecimento do Juntos o fato de que mais de mil famílias foram removidas de suas casas em diversas áreas do Complexo do Alemão e vivem até hoje de aluguel social. Por conta disso, passamos a defender a retomada imediata das obras para construção de novas moradias para essas famílias neste terreno.

Outra prioridade é o acesso ao saneamento ambiental para todas as comunidades e moradores do Complexo do Alemão. Entendemos como saneamento ambiental: coleta de lixo e controle de vetores, canalização da água da chuva (e contenção de encostas), tratamento de esgoto e distribuição de água potável. As obras no PAC no Alemão custaram milhões de reais, e muitas sequer foram realizadas ou foram feitas precariamente. Estamos produzindo um documento que leve em consideração tudo isso, para cobrar do poder público o atendimento universal das demandas de saneamento da nossa população.

O Parque da Serra da Misericórdia é uma luta histórica do Complexo do Alemão, e de outras comunidades que também estão no entorno da sua mata. A Prefeitura devolveu à Caixa R$ 15 milhões que estavam destinados a construção do Parque. Estamos querendo o retorno desses recursos e sua aplicação na Serra da Misericórdia e instalação do Conselho Gestor com membros da comunidade para administração do Parque.

Desde o ano passado, cresceu o número de mortos e feridos por conta dos tiroteios que se tornaram diários no Complexo do Alemão. Só no início de 2015, foram quase 100 dias seguidos de paz quebrada pelo som de um tiro. Não queremos mais sangue derramado na comunidade, nem que mais vidas sejam perdidas; e reivindicamos também a garantida da liberdade de ir e vir e de expressão para todos os moradores que sofrem represálias cotidianas da polícia, apenas por morarem na favela.

O Juntos pelo Complexo do Alemão não é uma instituição fechada e está aberta para quem quiser chegar e somar na luta cotidiana. Quanto mais gente vermos, mais forte será nossa voz. Visite nossa página no face: fb.com/juntospelocomplexodoalemao

JUNTOS PELO COMPLEXO DO ALEMÃO:

Alemão Morro, Jornal Alemão Notícias, Amigos do Alemão, Barraco 55, CECIP/Nave do Conhecimento, Coletivo Papo Reto, CoopLiberdade, Educap, Emergência Social, Escola Popular de Saúde do Complexo do Alemão, Espaço Vidarte, GatoMídia, Instituto Raízes em Movimento, Meninos e Meninas do Alemão, Novo Complexo do Alemão, Oca dos Curumins, Ocupa Alemão, Rádio Mulher, Rede Produtiva Ecosol Complexo do Alemão, Verdejar e Voz das Comunidades

Comentários Facebook

comentários

Autor

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top