Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Festival Faixa Preta reúne moradores de várias comunidades em maratona de shows na Praça da Apoteose

Com apresentes de trap, rap e hip hop, festival começou no sábado de tarde e finalizou só no início da manhã de domingo
Foto: Flávia Costa / Voz das Comunidades

O final de semana (16 e 17 de setembro) teve muita rima, músicas e cantoria na Praça da Apoteose, na região central do Rio de Janeiro. O Faixa Preta Festival reuniu os maiores nomes do rap, trap e do hip-hop de várias gerações e foi um sucesso. Cerca de 4 mil pessoas cantaram com os seus ídolos diante de uma estrutura imensa, com três palcos diferentes.

Os namorados Larissa Santos, de 22 anos e Vinícius Correa, de 21, aproveitavam o festival brindando quando foram abordados pela nossa equipe. Ambos elogiaram a estrutura do evento, sendo que era a primeira vez que eles foram ao Faixa Preta. “Peguei o meu salário de jovem aprendiz e comprei pra mim e pra ela”, contou Vinícius. Larissa não ficou atrás nos comentários. “No ano passado a gente não veio porque não sabíamos. Mas esse ano deu pra vir. Ele só me disse que a gente viria depois de comprar os ingressos”, disse.

Vinícius e Larissa foram ao Faixa Preta Festival pela primeira vez
Foto: Rafael Costa / Voz das Comunidades

Um quarteto fantástico de amigos também se fez presente no Faixa Preta Festival. Kayke Juan, de 19 anos, Allan Silva, de 20, Letícia Santos, de 18 e Henrique Ferreira, de 21, também aproveitaram o evento ao máximo. “Isso aqui tá muito bom! Muito legal ver isso tudo aqui!”, comentou Allan. “A gente veio ver o Djonga!”, gritou Letícia animada.

Allan Silva (esq), Letícia Santos, Kayke Juan e Henrique Ferreira esperaram pelo show do rapper Djonga
Foto: Rafael Costa / Voz das Comunidades

Amigas de muito tempo, Daiane Ribeiro, de 22 anos, e Letícia Carlos estavam bem próximas do palco principal. “A gente chegou cedo pra garantir o nosso lugar. O evento está muito bom!” contou. Letícia também pontuou elogios. “Estrutura tá muito legal. Conseguimos ver os artistas bem de perto!”. Elas foram ao evento para assistir a apresentação de Tasha & Tracie

Fãs de Tasha & Tracie, Daniane e Letícia estavam próximas do palco e conferiram tudo bem de pertinho
Foto: Rafael Costa / Voz das Comunidades

Quem também aproveitou o evento foi Luyara Franco, de 24 anos, filha da vereadora Marielle Franco. A articuladora social falou sobre a presença feminina no cenário do rap. “Abronca fez um showzaço e relembrou a memória da Marielle. Admiro muito as mulheres se fazem voz dentro rap que é um campo com muitos homens.”

Luyara Franco levou o lenço amarelo “Justiça por Marielle” para o Festival Faixa Preta.
Foto: Rafael Costa / Voz das Comunidades

Essa foi a segunda edição do Festival Faixa Preta, que já deixa sua marca no calendário de grandes eventos do Rio de Janeiro. Reunindo seguidores fiés do rap e de várias comunidades, o Faixa Preta faz questão de oferecer shows quase simultâneos de grandes artistas, distribuídos em três palcos diferentes. Confira fotos do evento:

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]