Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Seleções finalistas da Taça das Favelas são definidas no Rio

Times disputarão finais na competição estão definidos tanto na categoria feminina quanto masculina
(Foto: Jonathas Souza)

Texto e produção: Gustavo Eduardo / Revisão: Rafael Costa

A maior competição de futebol entre as comunidades começou muito agitada na manhã do último sábado (24). O centro esportivo Taça das Favelas Realengo recebeu os jogos das semifinais do campeonato e conheceu os finalistas. O evento é organizado pela Central Única das Favelas (CUFA).

Oito equipes participaram das semifinais. No primeiro jogo, na categoria feminina, Complexo da Coréia enfrentou a seleção Curral das Éguas. O time do Complexo da Coréia contou com uma boa participação da artilheira chamada de “Pamegol”, que marcou duas vezes, garantindo a vitória do Complexo da Coréia sobre o Curral das Éguas por 2 x 1. “Fiz uma preparação especial para esse jogo. Espero que as portas possam se abrir para mim e para outras meninas e que o futebol feminino seja mais valorizado”, almeja Pamela, jogadora do Complexo da Coréia.

Pamela marcou duas vezes pelo Complexo da Coreia na partida contra Curral de Éguas (Foto: Jonathas Souza)

Outra grande destaque do time foi a capitã Bia, que brilhou no comando da zaga. “Ansiedade está a mil com a chance de ir para São Paulo que é a grande final. Vamos aproveitar a oportunidade para que a competição continue forte para ter mais visibilidade para o futebol feminino, pois é uma batalha sempre para conseguir uniformes e equipamentos para treinos”, relatou a capitã do Complexo da Coréia.

O segundo jogo do dia, também da categoria feminina, foi a selação Sapo de Camará contra Cidade de Deus. Sapo de Camará contou com uma ajuda gigantesca da sua torcida para enfrentar o time adversário. O jogo foi bem equilibrado. Os dois gols da partida foram de penalti e a partida terminou em 1 x 1 no tempo normal. Nas penalidades, a goleira Carol, do Sapo de Camará, brilhou ao defender um dos pênaltis e garantiu a vaga da seleção na final. A partida terminou 3×1 para o Sapo de Camará.

No Masculino, o Complexo do Muquiço enfrentou o Formento. A torcida lotou a arena e empurrou o time o tempo todo. Em campo, as equipes se respeitaram bastante e o primeiro tempo terminou sem gols. Na segunda etapa, o Complexo do Muquiço contou com um belo gol do seu camisa 10 e artilheiro, Richard. O jogo termixou 1 x 0 e Complexo do Muquiço jogará a final.

Complexo do Muquiço ganhou de 1 x 0 da selação Formento e garantiu a vaga na final (Foto: Jonathas Souza)

Caleb, zagueiro e capitão da equipe finalista, falou sobre as narrativas das comunidades e como é importante mostrar a perspectiva de talentos das comunidades. “É como sempre falo. Na televisão só passa o lado ruim da favela tiroteio e morte de inocente. Estamos aqui para mostrar outra narrativa sobre o favelado, que na favela não só tem violência e sim, na sua maioria, pessoas de bem, que querem estudar e mostrar sua arte. No imaginário da sociedade, muitas das vezes usam favelado como “bandido” ou sem educação, a sociedade nos imputam esses estereótipos e esses estigmas”, comentou.

No último jogo das seminifinais, o CRB Dick enfrentou a equipe de Bela Vista. O CRB Dick contava com o seu artilheiro Guilherme (“Luva de Pedreiro”), mas quem saiu na frente foi o Bela Vista, com belo gol do atacante Dudu. Na sequencia, o CRB Dick empatou, com um gol contra do zagueiro do Bela Vista. Finalizando em empate de 1 x 1 no tempo regulamentar, a partida foi para as penalidades. A seleção do CRB Dick contou com uma boa apresentação do seu goleiro Pablo Escobar, que defendeu a cobrança de Dudu. O jogo terminou com o placar de 2 x 1 para o CRB Dick, que disputará a final contra Complexo do Muquiço.

Com os jogos de sábado, ficou definido os seguintes confrontos das finais:
Feminino: Complexo da Coréia x Sapo de Camará
Masculino: Complexo de Muquiço x CRB Dick

As grandes finais acontecem no dia 8 de outubro, no estádio Moça Bonita, em Bangu. A final terá transmissão da TV GLOBO e a direção da competição faz um convite para que o público prestigie esse grande evento. A Taça das Favelas é o principal torneio de futebol de jovens da periferia. 

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

Veja também

buy windows 11 pro test ediyorum

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]