Teleférico do Alemão tem posto de cadastramento do Bilhete Único

Teleférico de Bonsucesso

Moradores podem adquirir o cartão a partir de hoje até o dia 24 de julho, na estação Bonsucesso

Moradores do Complexo do Alemão têm nova chance de aderir ao Bilhete Único. Até o dia 24, a estação Bonsucesso do Teleférico do Alemão recebe um estande para cadastramento no programa.  O atendimento será realizado de segunda a sexta, das 8h às 17h.

Para se cadastrar, basta comparecer ao estande munido de documento de identidade, CPF e comprovante de residência. Moradores do complexo cadastrados no programa têm direito a duas gratuidades diárias no Teleférico e pagam apenas R$ 1 por viagem excedente, além de usufruir da integração gratuita com o sistema ferroviário e da integração com outros modais por valor máximo de R$ 5,90.

Moradores do outros bairros da Região Metropolitana que passarem pela estação Bonsucesso também podem aproveitar a oportunidade para adquirir o Bilhete Único. Neste caso, são necessários somente o CPF e a identidade.

O funcionamento do Teleférico do Alemão é de segunda a sexta, de 6h às 20h, e sábados, de 10h às 18h. A passagem entre as seis estações é gratuita, ou seja, a tarifa é cobrada apenas quando o usuário ingressa em Bonsucesso. A tarifa para visitantes custa R$ 5.

O Bilhete Único

O programa, que subsidia a passagem do transporte público diretamente ao usuário, permite o ingresso em dois modais, desde que um deles seja intermunicipal, em até três horas pagando tarifa máxima de R$ 5,90.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]