Vazamento de esgoto coloca moradores do Alemão em risco

Sem Título-1

Moradores da Travessa São Jorge, ou “Beco da Universal” como é conhecida, que fica na Rua Padre Henrique, na Fazendinha, Complexo do Alemão, convivem com um vazamento de esgoto em frente de suas casas há vários meses e cobram providências urgentes das autoridades responsáveis.

Paulo está na luta para solucionar o problema há algum tempo. 

Cerca de dez dias atrás, a equipe do Voz das Comunidades já havia realizado reportagem na localidade. A situação já está há quase um ano sem solução. O esgoto a céu aberto causa diversos transtornos para os moradores da região, de crianças escorregando em córregos de lodo até água suja invadindo casas do beco em dias chuvosos, além do risco de doenças. 

“É horrível viver nessa situação, nojento, ter que passar pelo local, ficar pulando esgoto, horrível isso, fora o cheiro insuportável, e quando chove consegue ser é ainda pior, porque o que está lá fora vem para dentro das nossas casas”, disse a dona de casa Elenice Cristina, de 37 anos.

O presidente da associação de moradores da Fazendinha, Paulo Brito, disse que esteve no local no início da noite de hoje acompanhado por um agente da prefeitura, para realizar uma perícia e analisar a situação.

Em nota, a RioUrbe (Secretaria de Infraestrutura, Habitação e Conservação) informou que “enviará uma equipe ao local, até terça-feira (02/06) da próxima semana, para vistoriar, verificar a situação e programar os serviços necessários para sanar o problema”.

Esgoto escorre ao logo do caminho na Fazendinha. Foto: Morador / Voz das Comunidades

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]