Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Defensoria Pública fará orientação jurídica gratuita amanhã (14) na Maré

Interessados em atendimento jurídico gratuito devem fazer pré‐agendamento. Haverá outras edições em dezembro e janeiro
Crédito: Reprodução

Sábado é dia de ação da Defensoria Pública na Maré, com o Defensoria em Ação, que é uma maneira de garantir o acesso à justiça a moradores. Os atendimento serão nas áreas Cível, Familiar, dos Direitos do Consumidor, da Mulher, da Criança e do Adolescente, Saúde, Idoso, Moradia e Criminal. 

A iniciativa é uma parceria da Redes da Maré com a Defensoria Pública/DPRJ (@defensoria). Todos os moradores podem ter acesso à orientação jurídica. Para ter acesso a essas orientações é necessário que moradores façam um pré-agendamento via WhatsApp pelo número (21) 999246462 até as 17h da sexta-feira 13/11. Nesse primeiro atendimento todos terão acesso à informações completas sobre a orientação.

“A Defensoria Pública vem fazendo um esforço de aproximação nos territórios de favelas, especialmente no Complexo da Maré. É muito importante repensar as formas que os equipamentos públicos podem se aproximar dessa população, principalmente no período da pandemia. A importância dessa ação da Defensoria está muito ligada a como devemos pensar as práticas para facilitar o acesso à justiça”, explica Lidiane Malanquini, coordenadora da Redes da Maré. 

Nesta edição, a iniciativa é levar atendimento de demandas das áreas Cível e Criminal, que serão levantadas pela equipe Redes da Maré e informadas previamente à Defensoria Pública. Os atendimentos serão realizados pela plataforma Google Meets de maneira escalonada em três salas virtuais, duas delas direcionadas à área cível e uma para a criminal. 

“Diante do sucesso da primeira atividade do projeto Defensoria Pública em Ação de 2020, que teve de ser adaptada com atendimentos virtuais por conta da pandemia do covid-19, optamos por realizar, em conjunto com a Redes da Maré, mais três edições, duas em 2020 e uma em 2021, ao menos por ora. A iniciativa é de extrema importância para garantir o acesso à justiça aos moradores do Complexo da Maré, local que apresenta uma grande demanda pelos serviços da Defensoria Pública”, enfatiza a coordenadora geral de programas institucionais da DPRJ e chefe de Gabinete, Carolina Anastácio.

As próximas atividades serão realizadas nos dias 12 de dezembro e 16 de janeiro, de 9h às 15h, também via Google Meets.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]