Jovens criam rifas para ajudar moradores do Chapadão e favela do Triângulo em Deodoro

Com apenas R$5,00, qualquer pessoa pode concorrer a esses prêmios e o valor arrecadado tem como objetivo montar cestas básicas
WhatsApp Image 2020-06-19 at 15.03.51

Um grupo de amigos moradores da Zona Norte do Rio criou uma ação para ajudar moradores do Complexo do Chapadão, em Guadalupe, e da Favela do Triângulo em Deodoro, por meio de de rifas no valor de cinco reais cada. A Mobilização Marginal, nome criado para ressignificar a imagem dada aos locais marginalizados pela sociedade, percebeu a falta de assistência do governo na região e por isso decidiu agir para ajudar quem precisa.

Serão cinco rifas: 4 com obras de pintura e ilustração dos artistas Felipe Albuquerque, Leticia Lima e Raphael Albuquerque e 1 que será uma cesta com produtos artesanais feita pelo confeiteiro e cozinheiro Lucas Abreu. Com apenas R$5,00, qualquer pessoa pode concorrer a esses prêmios e o valor arrecadado tem como objetivo montar cestas básicas para doar às famílias de duas comunidades (Complexo do Chapadão e Favela do Triângulo). “Eu sinto que é extremamente importante tá fazendo parte disso, pela questão de tá lutando pela minha favela e outras também, porque na real as favelas não mudam, o descanso é o mesmo e se alguém lá de dentro não fizer nada, o cenário permanece”, diz Raphael que é um dos que está à frente da Mobilização Marginal. 

Foto: acervo pessoal

“Muitas dessas pessoas não tiveram uma família estruturada como a minha, não tiveram a força para continuar lutando e conseguir cursar uma universidade pública e elitista como eu estou fazendo, então se eu estou tendo todo esse acesso, mesmo que ainda difícil e restrito, eu sinto a necessidade de ajudar essas pessoas.”, completa.

Eles irão produzir um material de audiovisual para mostrar como foi todo o processo da ação e prestar conta de tudo o que foi comprado. A meta é atingir 40 famílias ou mais, dependendo das doações. Para quem quiser, eles também estão recebendo doações de máscaras, álcool em gel, alimentos avulsos e em dinheiro, através da seguinte conta bancária:

Banco do Brasil

Agência: 4399-0

Conta corrente: 57-4.

Nome: Raphael Albuquerque de Oliveira

(Favor enviar o comprovante da transferência bancária para o e-mail: [email protected])

Dos cinco amigos (Raphael Albuquerque, Brenda Maria, André Albuquerque, Pablo Venancio  e Lucas Abreu), com idades entre 14 e 24 anos, somente dois deles moram em comunidade. Os outros que moram em bairros vizinhos entenderam que ajudar vai muito além do CEP. Solidariedade com a amizade pode contribuir para a melhorar a vida de muitas pessoas.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]