Neste domingo, projeto audiovisual contra a violência feminina será transmitido no Alemão

Realizado pelo Observatório de Favelas, a produção audiovisual será transmitida hoje (21) na parede do Teleférico às 18h30
054b2d46-ca28-4615-9942-bdf1ef0e0dd8

Foto: Reprodução

Em um país onde a cada dois minutos uma mulher é agredida, projetos que discutam a integridade feminina são essenciais para combater a violência contra o gênero. Promovendo esse compromisso com o bem-estar da população que representa a maior parcela de habitantes no Brasil, o Observatório de Favelas em parceria com o GatoMídia realiza, neste domingo (21), a exibição do audiovisual Cenas DELAS, uma produção que debate essa temática dentro das famílias e dos domicílios. Para evitar aglomerações na comunidade, o vídeo será transmitido às 18h30 na parede do Teleférico, no alto do Morro do Alemão, a partir de uma projeção.

A discussão dentro dos domicílios é fundamental. Pois, de acordo com os dados do Atlas da Violência de 2020, a cada 6h23min uma mulher é morta dentro de casa. Para discutir essas temáticas, o projeto selecionou, através de um edital de novembro de 2020, cinco artistas mulheres para desenvolverem trabalhos poéticos audiovisuais com foco na sensibilização e redução da violência contra mulheres.

Câmeras de (in)segurança por Érica Sansil, uma das cinco artistas mulheres
Foto: Divulgação



Para Raquel Willadino, diretora do Observatório de Favelas, o programa é uma das prioridades dos indicadores de segurança pública no país.

“A iniciativa “Cenas DELAS” buscou apoiar produções artísticas que visam à sensibilização sobre o tema da violência de gênero, da letalidade feminina e da afirmação do direito à vida das mulheres, priorizando marcadores de gênero, sexualidade, raça, classe social e território. No Programa de Direito à Vida e Segurança Pública, temos produzido processos de incidência política articulados com intervenções artísticas para pautar a desnaturalização e a redução da violência contra mulheres”, explica.

Você pode conferir mais informações do projeto audiovisual na página do Observatório de Favelas e também conhecer as trajetórias das artistas selecionadas para a produção do vídeo.


Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]