Reparo da Cedae deixa moradores sem água em diversas localidades do Complexo do Alemão

A previsão de conclusão é às 20h de hoje (05) e o abastecimento normal deve voltar em até 24h
falta_dagua

A Cedae informou em seu site que realiza, desde a noite deste sábado (04), um reparo nas tubulações de abastecimento de água na Avenida Pastor Martin Luther King, em Del Castilho. Para realizar o serviço, a empresa diz que precisou interromper o abastecimento para parte dos bairros de Irajá, Vila da Penha, Engenho da Rainha, Inhaúma, Del Castilho, Maria da Graça, Ramos, Bonsucesso e Higienópolis. A previsão de conclusão é às 20h de hoje (05) e o abastecimento normal deve voltar em até 24h.

Moradores do Complexo do Alemão registram falta de água

Em grupos de Whatsapp, alguns moradores do Complexo do Alemão relataram falta de água há quatro dias. A Cedae pediu que uso de água seja de forma equilibrada e que “tarefas não essenciais que exijam grande consumo de água sejam adiadas”.

Leia também:

Sound Up Brasil: Spotify apoia futuros podcasters de comunidades

Curso sobre cultura das escolas de samba dá bolsas para moradores de comunidades

Morador do Complexo do Lins preso injustamente é solto neste sábado (04)

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]